Medina vence bateria no Havaí e se aproxima do título mundial

Surfista brasileiro avançou direto à terceira fase e deu um passo importante em busca do bicampeonato da WSL

Por: De A Tribuna On-line  -  14/12/18  -  14:33
Gabriel Medina venceu bateria e se aproximou do bicampeonato
Gabriel Medina venceu bateria e se aproximou do bicampeonato   Foto: WSL/Kelly Cestari

A última etapa do Campeonato Mundial de Surfe (World Surf League Championship Tour 2018) começou nesta quinta-feira (13) e Gabriel Medina já deu o primeiro passo na busca pelo bicampeonato no Havaí. Agora, restam quatro baterias para que o brasileiro confirme o título.


Líder do ranking, Medina surfou tubos e voou nos aéreos logo após seus oponentes competirem na pior hora do mar em Pipeline. Empatado com Filipe Toledo em segundo lugar, Julian Wilson também passou direto para a 3ª fase. Enquanto Filipinho perdeu e vai abrir a repescagem com o havaiano Benji Brand.


Os outros brasileiros que passaram direto para a terceira fase foram: o potiguar Italo Ferreira, o cearense Michael Rodrigues e o catarinense Yago Dora, que defende a última vaga para o CT 2019.


“A condição não é a ideal aqui e fiquei apenas tentando pegar muitas ondas. Estou feliz por ter vencido a bateria”, disse Gabriel Medina.


Este foi o primeiro passo de Medina na busca pelo bicampeonato mundial. Agora restam quatro baterias: terceira fase, quartas de final, semifinal e final para garantir o título por ele mesmo. Caso o brasileiro avance à decisão o bicampeonato é dele - independentemente do título da etapa.


Filipe Toledo e Julian Wilson dividem o segundo lugar e a única chance deles entrarem na lista dos campeões mundiais da World Surf League é chegando na final em Pipeline. Caso Filipe e Julian avancem à decisão, o vencedor será o campeão mundial de 2018.


Logo A Tribuna