EDIÇÃO DIGITAL

Segunda-feira

24 de Fevereiro de 2020

Nicholas Santos ganha convite da FINA e vai participar do Mundial de Gwangju

Atleta da Unisanta vai representar o Brasil no Mundial de Esporte Aquático, em Gwangju, na Coreia do Sul

Recordista mundial nos 50m borboleta, o nadador Nicholas Santos recebeu um convite especial da Federação Internacional de Natação (FINA) para representar as cores brasileiras no Mundial de Esporte Aquático, em Gwangju, na Coreia do Sul.

O atleta da Unisanta não tinha sido convocado pela Confederação Brasileira de Desportos Aquáticos (CBDA) por conta do critério de levar apenas atletas com índices em provas olímpicas. Como os 50m borboleta não faz parte do programa dos Jogos, Nicholas não foi relacionado na convocação da CBDA, em abril.

Em carta, a FINA declarou: “Após o excelente desempenho do nadador no FINA Champions Swim Series 2019, a FINA tem o prazer de convidar o Sr. Santos para participar do Campeonato Mundial da FINA que será realizado em Gwangju, em julho de 209. Dessa forma gostaríamos muito que a CBDA inscrevesse o Sr. Santos, levando em conta, é claro, as regras da FINA sobre o número de nadadores com índices A e B”

Nicholas afirma estar muito feliz com o convite da FINA para participar do Mundial. “Agradeço ao Cornel Marculescu - executivo da Fina - pela carta convite e pelas palavras. Feliz também com os resultados recentes no Fina Series, conseguindo meu melhor tempo, recorde sul-americano e 1º tempo do mundo no ano. Aproveito a ocasião para agradecer a Unisanta, Marcelo Teixeira, a coordenadora Rosa do Carmo, técnico Marcio Latuf, pelo suporte, estando ao meu lado todo o tempo”. Nicholas finalizou dizendo que a competição será muito forte e isso o motiva ainda mais.

Brilhantes resultados

Nicholas foi um dos principais destaques da Copa dos Campeões da Fina, vencendo a prova dos 50m borboleta, nas três etapas disputadas (China, Hungria e Estados Unidos). Em maio, em Budapeste, bateu a melhor marca da carreira nos 50m borboleta (22s60), e é o atual líder do ranking em 2019. É ainda o atual vice-campeão mundial desta prova e o nadador mais velho a subir ao pódio na Competição.

Tudo sobre: