EDIÇÃO DIGITAL

Quarta-feira

23 de Outubro de 2019

Escola da NBA, a liga americana de basquete, chega a Santos

O NBA Basketball School é um programa global. Em Santos, suas aulas começam em 1º de agosto

Principal liga americana de basquete, a NBA, agora, está em Santos. Através do NBA Basketball School, um programa global que tem como propósito compartilhar o método de ensino da modalidade, a franquia se faz presente no Brasil. Na cidade da Baixada Santista, as aulas começam em 1º de agosto e serão realizadas Av. Sen. Cesar Lacerda de Vergueiro, nº 81/87. As matrículas já estão abertas.

O anúncio oficial da chegada do programa será nesta segunda-feira (17), em evento no local onde serão as aulas. Estarão presentes personalidades como o ex-técnico da seleção brasileira de basquete José Medalha e o jogador Jefferson William, do Bauru, time do Novo Basquete Brasil (NBB).

Além deles, Arthur Borelli, da empresa Think Sports, agência responsável pela coordenação do NBA Basketball School no Brasil, vai marcar presença. Ele estará acompanhado por Sara Vazquez, proprietária da High Performanece, empresa que obteve a licença para trazer o projeto da liga norte-americana para Santos.

Sara citou a importância de se trazer este programa para a cidade: "Acredito que um pilar sólido para nossos jovens, constituído pela educação e pelo esporte, gere resultados promissores. Por isso, investimos nesse projeto. Nossa empresa acredita plenamente na metodologia do NBA Basketball School, para formar atletas e, principalmente, cidadãos melhores". 

Matrículas

Os interessados em participar das aulas de basquete da NBA Basketball School devem ter de 6 a 18 anos. Para fazer as aulas, é necessário adquirir o uniforme, que custa R$ 200,00. Mais informações podem ser obtidas por meio do telefone (13) 99712-1413.

NBA Basketball School

O programa tem como meta desenvolver o esporte entre crianças e jovens de 6 a 18 anos. Isso por meio de núcleos de basquete que usem a metodologia da própria NBA. Esta ação já está em países como Índia, Grécia e Turquia.

O trabalho passa pela capacitação de professores/treinadores. Um deles, em Santos, é o armador Cauê Rico, que joga pela equipe profissional de Santos. Em sua carreira como atleta, ele disputou o Campeonato Brasileiro pela Confederação Brasileira de Basketball (CBB).

"Essa metodologia é um diferencial do melhor basquete do mundo. Com certeza, vai ser muito legal, sempre trabalhando quatro pilares: diversão, bem-estar, desenvolvimento de valores e desenvolvimento de habilidades", diz Cauê. 

Tudo sobre: