EDIÇÃO DIGITAL

Sábado

8 de Agosto de 2020

Desempregado, ex-base do Santos treina durante isolamento e sonha com oportunidade

Zagueiro Ruan Guilherme, de Praia Grande, está recebendo treinamento personalizado de padrão internacional

Enquanto a pandemia do novo coronavírus fecha as portas temporariamente para algumas pessoas, para outras, elas começam a se abrir durante este período de isolamento social. O zagueiro praiagrandense Ruan Guilherme, de 22 anos, tem "feito uma limonada" com essa situação difícil e vem se preparando mental e fisicamente para ir em busca de seus sonhos dentro de campo.

Ex-jogador das categorias de base do Santos, o atleta, que atualmente está sem clube, não parou de treinar na quarentena. Pelo contrário. Ele vem recebendo treinamentos personalizados de padrão internacional para tentar de recolocar no mercado do futebol.

Em fevereiro deste ano, sua carreira deu uma guinada. "Sempre fui para Franca pelo fato do meu pai morar lá. Nunca imaginei que seria dali que meu sonho iria renascer. Pedi para o meu tio que mora na cidade uma oportunidade de chegar até a equipe do Francana. Uma moça do clube entrou em contato comigo e estamos trabalhando juntos desde então", conta ele.

"Estou treinando desde março. Já são 103 dias de treinos e condicionamento físico. Quando não podia sair, os treinamentos eram feitos em casa. Hoje, que as coisas estão mais flexíveis já estou treinando no campo. E, devido a esses treinos diferenciados, clubes de fora do país estão solicitando meu material, pois conhecem minha história", diz.

Além do Santos, Ruan passou pelo Portuguesa Santista, São Carlos e pelo Pires do Rio, de Goiás. Em 2018, atuou no América de Rio Preto, onde se profissionalizou. Agora, ele espera por uma oportunidade para dar sequência à sua trajetória nos gramados, e tem se contado com o apoio de uma equipe multidisciplinar para tal.

"Fora o preparador físico, eu tenho disponível para a melhora do meu desempenho terapeuta, psicóloga, nutricionista e uma coach que trabalham meu desenvolvimento pessoal. O progresso dentro e fora de campo tem sido fantástico. Através do treinamento mental, eu consigo encontrar estímulos e fortalecer habilidades", avalia. "A meta agora e chegar em qualquer clube para dar o meu melhor".

Tudo sobre: