EDIÇÃO DIGITAL

Quarta-feira

21 de Agosto de 2019

Corinthians encerra preparação na Venezuela e Fábio Carille mantém mistério

Timão encara o Deportivo Lara nesta quinta-feira (30), às 17h (de Brasília), na Venezuela

O Corinthians encerrou nesta quarta-feira a preparação para a partida contra o Deportivo Lara, nesta quinta, às 17 horas (de Brasília), na Venezuela, no jogo de volta da segunda fase da Copa Sul-Americana. Após a atividade, o técnico Fábio Carille conversou com a TV Corinthians e comentou sobre a expectativa para a partida.

"Estamos com ótimas condições de trabalho aqui na Venezuela, todos os jogadores estão se sentindo bem e recuperados para a partida de amanhã (quinta-feira). Estamos prontos para fazer um grande jogo e buscar a classificação", disse.

O elenco está treinando no Centro Luso Larense, na cidade de Barquisimeto. O treinador não revelou o time que mandará a campo Como o Corinthians não jogará no final de semana e ele declarou que os jogadores estão recuperados, a tendência é que o time entre com força máxima.

O Corinthians venceu o jogo de ida por 2 a 0 e garante a classificação até com uma derrota por um gol de diferença. A principal dúvida está em quem ocupará a vaga de Pedrinho na ponta direita do ataque. O jogador está com a seleção olímpica e só voltará depois após a pausa da Copa América.

Como o time alvinegro tem a vantagem, Carille deve optar pelo volante Ramiro no setor e entrar em campo com uma formação mais defensiva. Outra opção seria colocar o meia Jadson, que auxiliaria mais o equatoriano Sornoza na armação das jogadas.

"Como técnico do Corinthians você tem que estar motivado a disputar todas as competições, estamos em três até o momento, o próximo compromisso é pela Sul-Americana, independentemente de não termos esse título ainda, não nos faz pensar diferente dos outros campeonatos", declarou o treinador.

Depois de enfrentar o Deportivo Lara, o Corinthians folgará no final de semana e só voltará a campo na terça-feira para enfrentar o Flamengo, no estádio do Maracanã, no Rio de Janeiro, no jogo de volta das oitavas de final da Copa do Brasil. O time alvinegro perdeu a partida de ida para os cariocas por 1 a 0, na Arena Corinthians, em São Paulo.