CBF divulga vídeo de análise do VAR e confirma impedimento de Yuri Alberto

A Comissão de Arbitragem divulgou a atuação do VAR no confronto, marcado pela polêmica anulação de um gol de Yuri

Por: Estadão Conteúdo  -  30/10/22  -  09:41
Gol marcado pelo centroavante aos 46 minutos do segundo tempo poderia ter dado vitória ao Timão
Gol marcado pelo centroavante aos 46 minutos do segundo tempo poderia ter dado vitória ao Timão   Foto: Reprodução

Horas após o duelo entre Goiás e Corinthians, em partida isolada da 32ª rodada do Brasileirão, a Comissão de Arbitragem da CBF divulgou a atuação do VAR no confronto, marcado pela polêmica anulação de um gol de Yuri Alberto.


Clique, assine A Tribuna por apenas R$ 1,90 e ganhe centenas de benefícios!


Na segunda etapa da partida, o atacante foi às redes no gol que daria a vitória ao Corinthians. Porém, o tento foi anulado pela equipe de campo e posteriormente confirmado pelo VAR. A partida terminou empatada sem gols. Após o jogo, via redes sociais, a equipe paulista se manifestou indignada com a decisão e postou uma captura de tela do momento do lance.


Na análise do VAR, contudo, a equipe de vídeo confirmou a decisão tomada em campo pelo árbitro Paulo Cesar Zanovelli. "Checando, checando. Volta lá, vamos calibrar a bola. Ajustado, segura um pouco. Traça a linha no jogador de verde, abaixa para mim. No pé, na base. No ombro. Confirma a decisão de campo. Impedimento, ok?", afirmou Igor Junio Benevenuto, comandante do VAR no duelo.


Antes mesmo da entrevista coletiva do técnico Vítor Pereira, o diretor de futebol do Corinthians, Roberto de Andrade, disparou contra a atuação da arbitragem na partida e contra Wilson Luiz Seneme, presidente da Comissão de Arbitragem da CBF.


"Seneme, peça demissão. Não vamos longe, não vamos esquecer o que foi feito na nossa casa no Corinthians e Flamengo, erro estúpido, uma desculpa estúpida, a bola bateu aqui e bateu ali, até agora não foi justificado. Possivelmente poderíamos ser campeões, deixou de dar um pênalti claríssimo", disse.


"Mais uma vez a gente recorre aqui na sala de imprensa para falar desta vergonha que está a arbitragem no futebol brasileiro Não vamos só culpar os árbitros, algumas vezes eles erram, mas o excesso de erros está no VAR. Esse lance hoje no nosso no gol, eles levaram menos de dois minutos para decidir um grande erro. Na imagem mostrou-se a linha traçada vermelha e não tinha a azul, não entendo como conseguem com a tecnologia errar", reclamou Roberto de Andrade.


Tudo sobre:
Logo A Tribuna
Newsletter