Logo A Tribuna
ASSINE
Icone usuario ENTRAR
CLUBE IMPRESSO ACERVO ASSINANTE

Buscando vaga na Libertadores, Corinthians pode definir luta pelo título do Brasileirão

Neste domingo (14), equipe enfrentará o Flamengo, no Maracanã

Por: Do Estadão Conteúdo  -  14/02/21  -  10:51
Atualizado em 14/02/21 - 11:39
Xavier e Bruno Méndez durante treino no Corinthians
Xavier e Bruno Méndez durante treino no Corinthians   Foto: Rodrigo Coca/Agência Corinthians

O Corinthians está fora da disputa pelo título brasileiro, mas segue na briga por uma vaga na próxima edição da Copa Libertadores e, de quebra, pode ter influência decisiva na definição sobre quem ficará com a taça de campeão. Dos quatro jogos que restam ao time na competição, dois são contra favoritos ao troféu. Neste domingo (14), às 16h, enfrentará o Flamengo, no Maracanã, pela 36ª rodada. Na última, vai encarar o Internacional, também fora de casa.


Clique e Assine A Tribuna por apenas R$ 1,90 e ganhe acesso completo ao Portal e dezenas de descontos em lojas, restaurantes e serviços!


O time colorado é o atual líder, com 66 pontos, um a mais que os cariocas. Entre esses dois jogos, a equipe de Vagner Mancini tem o clássico com o Santos (que foi adiado da 33ª rodada) e o Vasco da Gama, em uma reta final considerada complicada para quem vem alternando altos e baixos nos últimos meses.


Para o confronto no Maracanã, o Timão conta com o retorno do zagueiro Jemerson e do meia Cazares, recuperados de lesão. A dúvida é se já começam entre os titulares, por conta de estarem sem ritmo de jogo. Por outro lado, Mancini não terá o volante Gabriel e o meia Mateus Vital, suspensos pelo terceiro cartão amarelo.


Com essas mudanças, o time tentará resolver o problema de desatenção na parte defensiva. No empate com o Athletico-PR, o Corinthians, em casa, esteve por três vezes na frente do marcador, mas permitiu a reação do adversário. A atenção precisará ser redobrada no caso do Flamengo, pois, no primeiro turno, a equipe paulista perdeu por 5 a 1.


“Era meu segundo jogo apenas. Flamengo tinha outro treinador e as equipes viviam outra fase. Tiramos lições de todos os jogos. Até quando ganha, é preciso fazer ajustes. Ajustes não param. Somos uma equipe de operários tentando achar os erros, melhorar aqui e ali. Depois daquele jogo, sentamos, analisamos, vimos onde melhorar. O que está bom, também tocamos no assunto para manter. Encontrar maneiras de tornar a equipe sempre mais forte”, declarou Mancini.


Na parte ofensiva, Jô e Leo Natel brigam por uma posição no time para hoje, enquanto Gustavo Mosquito é considerado titular absoluto da equipe.


Logo A Tribuna