Logo A Tribuna
ASSINE
Icone usuario ENTRAR
CLUBE IMPRESSO ACERVO ASSINANTE

Após Alex, Corinthians anuncia Danilo como novo técnico do time sub-23

Aposentado desde 2019, ex-jogador vai substituir Edson Leivinha, que, segundo o clube, permanece no quadro de profissionais

Por: Do Estadão Conteúdo  -  19/01/21  -  22:30
O ex-meia se junta a Alex na missão de transformar o futebol de base do time alvinegro
O ex-meia se junta a Alex na missão de transformar o futebol de base do time alvinegro   Foto: Rodrigo Coca/Agência Corinthians

Depois de anunciar na semana passada o ex-meio-campista Alex para ser o coordenador técnico das categorias de base, o Corinthians trouxe outro ex-jogador de volta: Danilo. Aos 41 anos, ele foi escolhido para ser o novo técnico da equipe sub-23 do time alvinegro.


Clique e Assine A Tribuna por apenas R$ 1,90 e ganhe acesso completo ao Portal e dezenas de descontos em lojas, restaurantes e serviços!


Aposentado desde 2019, Danilo vai substituir Edson Leivinha, que, segundo o Corinthians, permanece no quadro de profissionais O ex-meia se junta a Alex na missão de transformar o futebol de base do time alvinegro, alvo de críticas no ano passado, especialmente o sub-23.


"É uma grande oportunidade. Fui atleta por 20 anos e tenho muito a passar para frente. Eu vinha estudando, fiz cursos da CBF e recebi o convite do Duilio, Alessandro e do Alex. Iniciar a carreira aqui é uma honra. Vamos trabalhar muito para ter grandes resultados", afirmou o novo treinador do sub-23.


Entre 2010 e 2018, Danilo vestiu a camisa do Corinthians em 359 jogos, com 35 gols marcados. Conquistou oito troféus pelo clube: três Brasileiros (2011, 2015 e 2017), dois Paulistas (2013 e 2018), Libertadores (2012), Mundial de Clubes (2012) e Recopa Sul-Americana (2013).


Ele encerrou sua carreira de atleta em 2019. Ano passado, deu início à preparação para se tornar treinador de futebol realizando os módulos teóricos da Licença B da CBF Academy. Em Goiás, Danilo também deu outros passos na preparação para a área técnica ao comandar sua própria escola de novos talentos.


Além de Danilo e Alex, que vai trabalhar diretamente com o ex-companheiro de meio de campo, já que é responsável pela coordenação do sub-23 e também pela transição entre as categorias e o profissional, o clube do Parque São Jorge também conta com outros dois ex-jogadores em cargos diretivos: o ex-goleiro Fernando Yamada, gerente da base, e o ex-lateral e capitão Alessandro Nunes, que retornou à gerência do futebol profissional com o diretor Roberto de Andrade.


Logo A Tribuna