Governo do Estado autoriza liberação de R$ 680 mil para obras em São Vicente

Montante faz parte da segunda parcela de convênio assinado com o município para obras de infraestrutura na Avenida Quarentenário

Por: De A Tribuna On-line  -  08/02/19  -  00:29
Prefeitura de São Vicente
Prefeitura de São Vicente   Foto: Divulgação/ Prefeitura de São Vicente

O Governo do Estado de São Paulo autorizou a liberação de R$ 680 mil à cidade de São Vicente, provenientes de convênios previamente assinados pelo ex-governador Márcio França (PSB). O secretário de Desenvolvimento Regional do Estado, Marco Vinholi, autorizou o repasse da verba para obras de infraestrutura urbana na Avenida Quarentenário, na Área Continental.


O valor total firmado no convênio é de R$ 1,7 milhão, para a pavimentação da via e implantação de ciclovia. Segundo a pasta, uma primeira parcela, no valor de R$ 340 mil, foi repassada em julho do ano passado. Com a liberação da segunda parcela, a terceira e última será liberada após prestação de contas.


A secretaria informa, ainda, que continuará a fazer os repasses que estiverem regulares e que possuam empenho orçamentário, e que as cidades que atenderem a esses requisitos terão seus projetos continuados.


No início do ano, o governador João Doria suspendeu 58 convênios assinados pelo ex-governador Márcio França entre os dias 18 e 28 de dezembro, no valor total de R$ 143,8 milhões


Desse montante, quatro cidades da Baixada Santista haviam garantido R$ 63,7 milhões, com São Vicente sendo a cidade mais beneficiada do estado, com R$ 47,7 milhões de investimentos previstos. Santos (R$ 14 mi), Guarujá (R$ 1,9 mi) e Itanhaém (R$ 150 mil) também foram prejudicadas.


O Governo do Estado ressaltou a ligação de França com o município, por se tratar do berço político do ex-governador, onde foi prefeito por dois mandatos e vereador.


“O governo atual irá, de forma transparente, trabalhar em conjunto com as prefeituras, analisar os pleitos municipais e, a partir de critérios técnicos, realizar a liberação de recursos de acordo com a disponibilidade orçamentária do estado”, apontou Vinholi à época.


Logo A Tribuna