Santista supera síndrome rara, termina a faculdade e viraliza com mais de 1 mi de views no TikTok

Médicos alertaram família de Gabriel que ele não andaria ou falaria, hoje jovem é formado em Educação Física e faz sucesso nas redes sociais

Após ser diagnosticado com a rara Síndrome de Noonan, uma médica afirmou para a família de Gabriel Oliveira Conrado da Fonseca que ele não iria andar ou falar. Cerca de 20 anos depois, Gabriel não só anda e fala, como se formou em Educação Física. Hoje, o vídeo da sua formatura já alcançou mais de 1 milhão de pessoas e Gabriel compartilha sua rotina com milhares de seguidores.

Clique e Assine A Tribuna por apenas R$ 1,90 e ganhe acesso completo ao Portal e dezenas de descontos em lojas, restaurantes e serviços! 

Apaixonado por esportes, o jovem de 23 anos é torcedor fanático do Santos Futebol Clube, time da cidade em que nasceu e vive. Porém, o futebol está longe de ser a única atividade esportiva que Gabriel acompanha: ele também adora vôlei, basquete, tênis e outros. Inclusive, falar sobre os esportes é uma das paixões de Gabriel. "Eu queria fazer jornalismo, pois gosto de narrar... Mas não leio muito, então meus pais sugeriram Educação Física e eu topei".

Mas até chegar na graduação pela Universidade Metropolitana de Santos (Unimes), a trajetória não foi fácil. De acordo com Gabriel, ainda na escola, muitos colegas não queriam fazer grupos com ele. Porém, o jovem preferia olhar somente para aqueles que o aceitavam e assim, levou sua jornada escolar.

Na faculdade, ele relata que foi bem acolhido e, apesar de algumas dificuldades consequentes de seu leve atraso mental, Gabriel se formou fazendo as mesmas atividades avaliativas que seus colegas. "Eram os mesmos conteúdos e eu contava com a ajuda da psicopedagoga Eva, que me ajudou muito".

Mesmo cursando Educação Física, Gabriel não abandonou a paixão por narrar jogos. "Gosto de me expressar narrando e comentando partidas", explicou. Então, inspirado em um canal sobre futebol do Youtube, o jovem teve a ideia de também iniciar conteúdos na internet.

Ele fez um canal no Youtube e uma conta no TikTok (@gabrielconrado97), mas não esperava que fosse fazer tanto sucesso. Na rede social composta por vídeos mais curtos, Gabriel já acumula 22 mil seguidores e o vídeo de sua fomatura já possui 1 milhão de visualizações.

"Falo sobre tudo, sobre a minha síndrome, sobre futebol, é bem geral", relata sobre os vídeos. De acordo com o educador físico, sua irmã foi uma de suas maiores incentivadoras. "Ela é minha câmera e minha assessora", brincou. Hoje, o jovem agradece por tudo que vem consquistando, mas principalmente, por conseguir superar as expectativas até de médicos. "Agradeço muito a Deus pela minha vida", conclui.

Síndrome de Noonan

A Síndrome de Noonan é uma doença causada por alterações de um dos genes da via RAS/MAPK. Desta forma, ela deve ser diagnosticada por exames genéticos. Entre suas principais características, destaca-se a baixa estatura, deficiência intelectual, cardiopatia congênita (anormalidade na estrutura do coração) e alteração no fenótipo, ou seja, diferenças físicas. 

Tudo sobre: