Mutirão na Aparecida, em Santos, remove 79 focos com larvas de mosquito da dengue

Nesta quinta (6) e sexta-feira (7), ação ocorre no Conjunto Habitacional Humberto de Alencar Castelo Branco (BNH)

A prefeitura de Santos realizou, nesta quarta-feira (5), 11º mutirão do ano para conter a proliferação do Aedes aegypti, vetor de contágio de doenças, como a dengue. A ação ficou concentrada no bairro Aparecida, no qual foram eliminados 79 criadouros com larvas de mosquito em imóveis localizados naquele bairro santista. 

Segundo a administração, 85 agentes de combate a endemias percorreram 2.308 imóveis no local. Nesta quinta (6) e sexta-feira (7), o mutirão ficará concentrado nas edificações do Conjunto Habitacional Humberto de Alencar Castelo Branco (BNH).

Dados da secretaria municipal da Saúde indicam que a Aparecida registra sete casos de dengue neste ano.  

Devido à Covid-19, as visitas são realizadas apenas nas áreas externas das casas e nas áreas comuns dos condomínios. Além disso, os profissionais usam máscara, luvas e álcool em gel 70%. Todos estão identificados com uniforme (colete verde) e crachá.  

Conforme a administração santista, já foram eliminados 596 focos com larvas em todos os mutirões realizados pela Secretaria de Saúde em 2020. A pasta afirma que Santos contabiliza 106 casos de dengue e 16 de chikungunya. Não há registro de zika neste ano.  

Tudo sobre: