Jornalista André Trigueiro lança livro 'A Força do Um' em Santos

Em visita a cidade, autor fala sobre o poder de influenciar quem nos cerca

O pensamento, as atitudes e palavras têm força e são capazes de transformar realidades e influenciar quem nos cerca, para o bem e para o mal. “Jamais teremos a pálida noção da força que cada um de nós possui para transformar a realidade que nos cerca. Se cada um de nós fizer apenas o que está ao nosso alcance, já terá sido um feito e tanto”.

A fala é do escritor e jornalista da Globonews André Trigueiro, queno sábado (7) esteve em Santos em dois compromissos. Pela manhã, veio lançar seu mais novo livro, 'A Força do Um', com palestra na Unisanta. À tarde, a palestra foi sobre a prevenção ao suicídio, no campus da Universidade São Judas-Unimonte.

O público está mais acostumado a ver André Trigueiro na telinha da Globo, com suas reportagens sobre sustentabilidade e meio ambiente, ou na Globonews, onde responde pelo Programa Cidades e Soluções e participa da bancada do Estúdio i. Mas há um outro lado do jornalista que está fortemente ligado às questões humanísticas, espirituais e de autoconhecimento.

 

Você pode

A Força do Um é o sexto livro de Trigueiro (224 páginas, Editora Infinda) e com um perfil diferente de todos os anteriores. “Em um mundo cada vez mais conturbado, de pessoas em estado de desalento e sem esperança, quero dizer a elas que têm o poder de mudar isso e influenciar quem está ao redor”, disse o jornalista na palestra da Unisanta. 

De formação espírita, Trigueiro diz que todas as pessoas têm a sua psicosfera, uma espécie de campo magnético formado pela energia própria de cada um. Essa psicosfera, popularmente chamada de “aura”, se relaciona com as demais e tem o poder de formar um grande campo energético, que influencia positiva ou negativamente. “A psicosfera é o cartão de visita de cada pessoa”.

No livro A Força do Um, o jornalista relata, em 31 capítulos rápidos, reflexões sobre o cotidiano, conta vivências pessoais e profissionais e vai deixando evidente como cada uma dessas situações trouxe algum ensinamento sobre a força desses três pilares: pensamento, sentimento, ação.


Puxar o extrato

Em um dos capítulos, Trigueiro recomenda que, nas ocasiões de aniversário ou final de ano, cada pessoa coloque no papel, lado a lado, momentos bons, metas alcançadas e, também, as situações ruins, fracassos, gafes ocorridas durante o ano. “Sou daqueles que acreditam que, mesmo nos momentos de crise, o que nos machuca também nos fortalece. Escrever ajuda a vivenciar de novo esses momentos e ressignificá-los”, diz em seu livro.

Na palestra da manhã, Trigueiro também falou sobre a força das palavras e de como é importante refletir sobre elas antes de proferi-las ou escrevê-las. “Especialmente em tempo de redes sociais, em que tudo se fala e tudo se posta, reflita antes de comentar algo, veja qual a melhor maneira de se posicionar e dizer que discorda. Em geral, escrever com o fígado é se arrepender depois”.

Os livros de André Trigueiro sempre têm a receita das vendas destinada a alguma causa. A Força do Um terá sua arrecadação destinada à Fraternidade sem Fronteiras, uma organização humanitária que atua em alguns dos lugares mais miseráveis do mundo.

 

Tudo sobre: