EDIÇÃO DIGITAL

Domingo

19 de Maio de 2019

Dia de Nossa Senhora de Fátima é celebrado em Santos

Programação inclui missas e procissões

Católicos comemoram nesta segunda-feira (13) o Dia de Nossa Senhora de Fátima. As paróquias de Santos prepararam uma programação em homenagem à mãe de Jesus Cristo.

Às 15h30, acontece uma procissão que sai da frente da Paróquia Nossa Senhora Aparecida (Avenida Afonso Pena, 614) e segue pelas ruas do bairro. Já às 16h, será celebrada missa em louvor à Nossa Senhora de Fátima na Igreja de São Benedito (Avenida Afonso Pena, 350).

Após a celebração, devotos seguem na tradicional procissão até o monumento de Nossa Senhora no Porto de Santos. Será dada a bênção aos portuários e à população em geral. Na Igreja do Imaculado Coração de Maria (Avenida Ana Costa, 74) são duas missas solenes, às 7h30 e às 16h. À noite, às 19h, acontece a missa dos lenços brancos, conhecida como Celebração do Adeus.

Na Igreja Nossa Senhora de Fátima (Avenida Nossa Senhora de Fátima, 271, Chico de Paula), há missa às 9h e às 17h. Em Cubatão, uma procissão luminosa sai da Paróquia São Francisco de Assis (Avenida Nossa Senhora da Lapa, 676, Vila Nova) às 18h30.

História

Segundo a Igreja, a data foi instituída há 102 anos devido ao aparecimento da santa para três crianças na cidade de Fátima, em Portugal, em 1917. Em 13 de maio daquele ano, Nossa Senhora de Fátima apareceu para Lúcia, 10 anos, Francisco, 9, e Jacinta, 7, que viram a imagem da santa em cima de uma árvore.

De acordo com a Igreja, a imagem apareceu nos meses seguintes e pela última vez em 13 de outubro de 1917, quando pediu que fosse erguida uma capela.

Passeio luminoso

Neste domingo (12), no fim da tarde, a Igreja do Imaculado Coração de Maria, em Santos, realizou missa em homenagem à Nossa Senhora de Fátima. A celebração reuniu centenas de pessoas.

Depois da missa, mesmo com a chuva, a imagem de Fátima foi conduzida até a Capela do Colégio São José, no Gonzaga, em cima de um caminhão da Guarda Portuária, e foi reverenciada em todo o percurso.

O padre Cláudio Scherer explicou que a imagem peregrina foi presente do Santuário de Fátima recebido em 2015 e levado à Roma para a bênção do Papa Francisco no mesmo ano.