Combate à dengue estará em quatro bairros de Santos nesta semana

Vila Mathias passará por mutirão na quarta-feira (19), das 9h às 17h. Outra ação será realizada na região central, a partir desta segunda-feira

O combate ao mosquito Aedes aegypti, transmissor de doenças como a dengue, chikungunya, zika e febre amarela urbana, prossegue em Santos nesta semana. A Vila Mathias passará por mutirão na quarta-feira (19), das 9h às 17h. O bairro registrou os últimos oito casos de dengue do município.

A aplicação de inseticida na região central, iniciada na última quinta-feira (14), prossegue na segunda (17), das 9h às 14h. Em caso de chuva, a ação é transferida para outra data.

Cinquenta agentes de combate a endemias vão vistoriar áreas externas de imóveis. Em virtude da pandemia de Covid-19, as ações são realizadas apenas nas áreas externas das casas e nas áreas comuns dos condomínios. Este será o 13º mutirão realizado pela Secretaria de Saúde neste ano. Nas ações anteriores, 635 focos com larvas de mosquito foram eliminados pelos agentes.

Região central

Restam 16 quadras para a aplicação de inseticida nos bairros Centro, Paquetá e Vila Nova. A ação foi iniciada na última quinta-feira e deve ser concluída na segunda (17). Os agentes já realizaram a nebulização em 121 imóveis, além de eliminar dois focos com larvas em pneus.

São nebulizados apenas os imóveis localizados no entorno da residência de pessoas que contraíram a chikungunya. No caso da Região Central, os imóveis estão localizados em perímetro formado pelas ruas Rua Xavier da Silveira/ Antonio Prado, Av. Senador Feijó, Rua Marechal Pego Junior e Rua Dr. Cóchrane.

Estes bairros da região central concentram 12 dos 22 casos de chikungunya registrados em Santos neste ano.

A aplicação de inseticida é realizada apenas em áreas abertas como quintais, corredores e pátios. Todas as pessoas devem sair do local e só retornar meia hora depois de terminada a aplicação.

Roupas devem ser tiradas do varal previamente. Alimentos, bebedouros e comedouros de animais devem ser guardados. Animais de estimação também não devem ser expostos à pulverização. Portas e janelas devem permanecer abertas.

Tudo sobre: