Morador de Guarujá faz fotos 'cinematográficas' da região com celular e causa comoção

Cineasta Rodney Borges costuma fotografar o nascer e o pôr do sol nas praias da cidade

Nada de câmeras profissionais ou super lentes. Para fazer fotografias belíssimas, o morador de Guarujá Rodney Borges, de 52 anos, utilizou um aparelho de celular que pode ser comprado por cerca de R$ 1 mil. Um conjunto de sete fotos feitas por Rodney está concorrendo ao Brasília Photo Show, um dos principais eventos do gênero no Brasil. 

Assine o Portal A Tribuna agora mesmo e ganhe Globoplay grátis e dezenas de descontos

Para fazer os cliques, Borges acorda por volta de 5h30, conforme o horário do nascer do sol. Ele sempre busca a chamada hora dourada (Golden Hour), com diferentes luzes do amanhecer ou pôr do sol. Como mora próximo à Praia de Pitangueiras, ele costuma realizar as fotos nela ou na Praia das Astúrias, no Centro de Guarujá.

“Resolvi fotografar o Guarujá com um aparelho celular para mostrar que é possível fazer fotos lindas com smartphone”, destaca Borges. “O desafio é maior porque você não tem todos os recursos de uma câmera profissional”. 

Antes de fotografar, o morador de Guarujá utiliza aplicativos gratuitos para saber posição, hora e altura exata de onde o sol nasce. As fotografias passam por pequenos ajustes no próprio celular, como ajuste de branco e temperatura, mas não são editadas fora do aparelho.

As fotos foram tiradas durante a pandemia do novo coronavírus. Elas estão inscritas nas categorias celular e natureza. A votação popular se encerra no próximo dia 30 e pode ser acessada no Facebook e no site oficial do evento. Os vencedores ganham estatuetas, medalhas e menções honrosas, além de poder ter a foto premiada no livro oficial do evento, que contará com 400 imagens.

O interesse de Borges pela fotografia começou quando ele tinha apenas 10 anos de idade e morava em São Miguel Arcanjo, no interior de São Paulo. Lá havia um cinema, onde os donos eram amigos. Foi quando ele decidiu trabalhar de lanterninha e ajudante na projeção de filmes. “Eu me apaixonei pelo cinema ali”, recorda Borges, que é diretor de fotografia cinematográfica e trabalha com cinema e publicidade há 20 anos.

Ele enfatiza os comentários positivos que as fotos vêm recebendo nas redes sociais, com sentimento de alegria sendo proporcionado. “Tenho recebido comentários lindíssimos de pessoas que até choram de alegria ao ver as fotos. Isso me dá mais vontade de sair e buscar mais cenas lindas para compartilhar. Só por isso já vale a pena”, afirma. 

Confira as fotos tiradas por Rodney Borges que estão inscritas no Brasília Photo Show 


 


 

 

 

 

 
Tudo sobre: