Logo A Tribuna
ASSINE
Icone usuario ENTRAR
CLUBE IMPRESSO ACERVO ASSINANTE

Três pessoas morrem afogadas nas praias da Baixada durante o fim de semana

Segundo o Grupamento de Bombeiros Marítimo (GBMar), foram realizados 56 salvamentos entre sexta-feira e domingo

Por: Por ATribuna.com.br  -  11/01/21  -  18:33
Praias da região tiveram uma morte no mar e um turista desaparecido em três dias
Praias da região tiveram uma morte no mar e um turista desaparecido em três dias   Foto: Carlos Nogueira/AT

Três pessoas morreram afogadas em praias da Baixada Santista durante o último fim de semana, segundo levantamento do Grupamento de Bombeiros Marítimo. Ainda segundo dados da corporação, foram realizados 56 salvamentos de vítimas em situações de risco em praias da região.


Clique e Assine A Tribuna por apenas R$ 1,90 e ganhe acesso completo ao Portal e dezenas de descontos em lojas, restaurantes e serviços!


As mortes ocorreram nas cidades de Mongaguá, Praia Grande e Guarujá. No primeiro caso, um corpo de um rapaz foi encontrado na praia do Agenor no domingo (10). Após identificação, os bombeiros confirmaram que tratava-se de um jovem de 19 anos, que se afogou no sábado (9).


Em Praia Grande, um banhista do sexo masculino morreu na praia das Caiçaras no domingo. Populares encontraram o corpo na praia e acionaram os bombeiros. A vítima foi encaminhada para a UPA Samambaia, que atestou o óbito.


Nesta segunda-feira, uma mulher foi encontrada por populares na praia da Enseada, em Guarujá. O GBMar foi acionado, realizou os primeiros atendimentos e levou a vítima para o Hospital Santo Amaro, onde foi confirmado o óbito. Segundo os bombeiros, a vítima se afogou durante o fim de semana.


Dos 56 salvamentos registradas nas praias da Baixada Santista, Guarujá e Mongaguá foram as cidades que tiveram mais salvamentos de banhistas, com 29 e 15, respectivamente. Outras 64 pessoas foram resgatadas em praias do Litoral Norte.


Praia Segura


Desde 1º de dezembro do ano passado, na Operação Praia Segura, o Grupamento de Bombeiros Marítimo conta com, aproximadamente, 500 profissionais atuando diariamente no serviço de busca, prevenção e salvamento aquático.


Logo A Tribuna