Logo A Tribuna
ASSINE
Icone usuario ENTRAR
CLUBE IMPRESSO ACERVO ASSINANTE

Santos restringe acesso às praias a partir de sábado; restante da região somente na segunda-feira

Decisão foi tomada após reunião entre os prefeitos da região nesta quinta-feira (11)

Por: Maurício Martins  -  11/03/21  -  21:23
Atualizado em 11/03/21 - 21:35
Praia teve pouco movimento e nenhuma aglomeração nesta véspera de Natal
Praia teve pouco movimento e nenhuma aglomeração nesta véspera de Natal   Foto: Rodrigo Nardelli/TV Tribuna

Santos se antecipará ao governo do Estado de São Paulo e determinará o fechamento das praias a partir deste sábado (13). A informação foi divulgada pelo presidente do Conselho de Desenvolvimento da Baixada Santista (Condesb) e prefeito de Santos, Rogério Santos (PSDB), em entrevista coletiva realizada nesta quinta-feira (11). As demais cidades irão seguir o planejamento do gestão João Doria e realizar o bloqueio na segunda-feira (15)


Clique e Assine A Tribuna por apenas R$ 1,90 e ganhe acesso completo ao Portal e dezenas de descontos em lojas, restaurantes e serviços!


A decisão foi tomada após uma reunião virtual realizada pelos chefes dos Executivos municipais nesta quinta,horas depois de o Governo do Estado anunciar ampliação de restrições, entre 15 e 30 de março, imposta pela fase emergencial do Plano São Paulo.


Em Santos, um decreto municipal será publicado proibindo o acesso à faixa de areia nesta sexta-feira (12). Segundo o chefe do Executivo, o calçadão, neste momento, ainda ficará liberado para exercícios individuais.


“(Praias e parques) não são lugares que se deve ter aglomerações. Percebemos que as pessoas continuam indo ao encontro de outras pessoas, se aglomerando, ao contrário do uso para atividades físicas que antes era permitido”, disso o coordenador estadual do Centro de Contingência da Covid-19, Paulo Menezes.


Segundo o prefeito santista, a cidade será a única que, além da restrição, irá colocar gradis para limitar o acesso. De acordo com Santos, os outros municípios da região tem mais dificuldade para realizar esse tipo de bloqueio.“Nós faremos em Santos o fechamento com gradil, mas o melhor é a conscientização da população. O vírus está aqui, as cepas mais agressivas estão confirmadas, os mais jovens estão adoecendo”.


Além disso, Rogério Santos disse que irá, nesta sexta-feira, até São Paulo para pedir aoEstado recursos para abertura de mais leitos e apoio para fiscalização nas estradas.


Escolas e academias


Rogério explicou que as escolas municipais também serão fechadas na segunda-feira nas nove cidades e que ainda será analisada a situação das unidades particulares, que podem seguir o mesmo caminho.


Sobre as academias, ele disse que irá aguardar a publicação do novo decreto do Governo do Estado para avaliar uma mudança no Município. Atualmente, Santos contraria o Plano São Paulo e permite a abertura de academias como parte dos serviços essenciais, porque está previsto em lei municipal. Mas, diz Rogério, agora a situação é outra.


“O que resolvemos na semana passada mudou. Há mais pessoas internadas e, além disso, temos mais restrições no decreto estadual. Vamos analisar do ponto de visto epidemiológico e jurídico. Vou analisar com minha equipe e tomar uma decisão amanhã (hoje)”.


Os supermercados permanecerão funcionando sem restrições.


Logo A Tribuna