Pai diz ter recebido sinal antes da morte do filho em escola de São Vicente: 'Estou indo pro céu'

Luigi, de 9 anos, faleceu após frequentar a piscina de uma unidade de ensino no bairro Rio Branco

Por: Carolina Faccioli  -  20/11/21  -  07:23
Atualizado em 20/11/21 - 07:27
Luigi tinha 9 anos e estava na escola, localizada no jardim Rio Branco
Luigi tinha 9 anos e estava na escola, localizada no jardim Rio Branco   Foto: Arquivo Pessoal

Um dia após a morte do estudante Luigi, de 9 anos, que faleceu após frequentar a piscina de uma escola em São Vicente, o pai da criança, o autônomo Rafael, de 38 anos, quebrou o silêncio. Em entrevista para ATribuna neste sábado (19), ele lamentou a morte do filho e diz ter recebido um sinal de Deus antes do acidente ocorrer, que tem ajudado a confortar a família.


Clique, assine A Tribuna por apenas R$ 1,90 e ganhe centenas de benefícios!


"Ele era um anjo. A vida dele era abraçar as pessoas. O que nos conforta é que no último culto que ele participou, no domingo (14), junto com jovens, ele abraçou alguém no final do culto e disse "glória à Deus que eu estou indo para o céu' e quando foi quarta-feira Deus levou ele para o céu".


O pai relembra, ainda, que considerava Luigi uma criança muito especial, por ser carinhoso e muito dócil. Por isso, afirma que tem tirado forças de Deus para encarar a morte do filho.


Relembre o caso
A criança faleceu na ultima quarta-feira (19) após frequentar a piscina de uma escola particular, no bairro Jardim Rio Branco, em São Vicente.


A Polícia Militar foi acionada e informada que um aluno estava em uma piscina recreativa e, após mergulhar, chegou a ser socorrida por uma professora, que acionou o resgate do Corpo de Bombeiros, segundo a Secretaria de Segurança Pública.


Segundo o relato de Rafael, a escola o avisou que Luigi havia sido levado ao hospital. O menino, além de deficiência intelectual tinha um problema no coração e, portanto, ele imaginou que esse poderia ter sido o problema.


O pai informa, ainda, que não autorizou que a criança entrasse na piscina.


A criança recebeu os primeiros socorros e foi encaminhada ao Hospital Municipal, mas não resistiu. O caso foi registrado como morte suspeita pelo 3°DP de São Vicente. O laudo do Instituto Médico Legal está em elaboração.


A Reportagem tentou entrar em contato com a escola para perguntar sobre a autorização da piscina, mas não conseguiu retorno até a publicação desta matéria.

Logo A Tribuna