Logo A Tribuna
ASSINE
Icone usuario ENTRAR
CLUBE IMPRESSO ACERVO ASSINANTE

Feiras livres da Baixada Santista registram movimento intenso neste sábado

Comércio está liberado na ‘fase vermelha’ do Plano SP, mas alguns consumidores não respeitaram a obrigatoriedade do uso de máscara

Por: Por ATribuna.com.br  -  13/03/21  -  15:50
Na feira livre da Av. Francisco Glicério foram registradas aglomerações
Na feira livre da Av. Francisco Glicério foram registradas aglomerações   Foto: ATribuna.com.br

Moradores de Santos e São Vicente ignoraram as recomendações de distanciamento social e uso de máscaras durante período crítico da pandemia de coronavírus e lotaram as feiras livres na Av. Francisco Glicério e na Av Padre Manoel da Nobrega (divisa entre Santos e São Vicente), na manhã deste sábado (13).


Clique e Assine A Tribuna por apenas R$ 1,90 e ganhe acesso completo ao Portal e dezenas de descontos em lojas, restaurantes e serviços!


Nas imagens feitas pela equipe de ATribuna.com.br, é possível ver pessoas em aglomeração, algumas sem máscaras de proteção, contrariando as recomendações da Organização Mundial da Saúde (OMS).


Vale lembrar que o comércio em questão está liberado na fase vermelha do Plano SP, mas os clientes não podem consumir alimentos no local, o que também foi registrado na feira da divisa entre Santos e São Vicente.


Na feira da divisa entre São Vicente e Santos, alguns consumidores ignoraram o uso obrigatório de máscara
Na feira da divisa entre São Vicente e Santos, alguns consumidores ignoraram o uso obrigatório de máscara   Foto: Bia Viana/AT

A ‘fase emergencial’ começará oficialmente na próxima segunda-feira (15) em todo o estado de São Paulo. A medida foi tomada em busca da contenção do avanço da pandemia.


A equipe de ATribuna.com.br entrou em contato com as prefeituras de Santos e São Vicente. A Administração Municipal santista enviou uma nota. Leia na íntegra:


Equipes da Secretaria de Finanças fiscalizam diariamente as feiras livres verificando o cumprimento dos protocolos de combate ao covid-19 vigentes no Município. Os feirantes devem, obrigatoriamente, disponibilizar álcool em gel para os clientes, higienizar as máquinas de cartão imediatamente após o uso dos clientes, organizar filas dos consumidores para acesso às barracas para evitar a aglomeração de pessoas. Aos funcionários das barracas é exigida a utilização de máscaras.


Vale lembrar que o uso de máscara é obrigatório desde 1º de maio de 2020 em todo o Município. Irregularidades podem ser denunciadas pelos telefones 153 e 162 (Ouvidoria), e pela Ouvidoria Digital (www.santos.sp.gov.br/ouvidoria). A Prefeitura informa, ainda, que não recebeu denúncia sobreirregularidades na feira livre da Av. Francisco Glicério, neste sábado (13).


Por fim, a Administração lembra que as novas regras da fase emergencial entram em vigor nesta segunda-feira (15).


Abaixo, confira, na íntegra, a nota emitida pela prefeitura de São Vicente:


"A Prefeitura de São Vicente, por meio da Secretaria de Desenvolvimento do Comércio, Indústria e Assuntos Portuários (Secinp), informa que a aglomeração aconteceu devido a obstrução de uma das passagens da feira livre por ambulantes ilegais. Uma equipe de fiscais do comércio foi encaminhada ao local e o problema foi prontamente resolvido."


Logo A Tribuna