Logo A Tribuna
ASSINE
Icone usuario ENTRAR
CLUBE IMPRESSO ACERVO ASSINANTE

Baixada Santista regride à fase laranja do Plano SP e terá fase vermelha aos fins de semana

A decisão foi anunciada há pouco, em coletiva de imprensa no Palácio dos Bandeirantes, pelo governador de São Paulo, João Doria (PSDB)

Por: Júnior Batista  -  22/01/21  -  16:20
Atualizado em 22/01/21 - 16:29
Decisão de reabertura das escolas cabe aos prefeitos
Decisão de reabertura das escolas cabe aos prefeitos   Foto: Divulgação/Governo do Estado de São Paulo

A Baixada Santista ficará na fase vermelha do Plano SP todos os dias úteis, entre 20h e 6h, e aos feriados e fins de semana durante todo o período. Isso significa que somente serviços essenciais poderão funcionar nestes dias e horários. Durante a semana, até às 20h, a região funcionará na fase Laranja, medida válida a partir da próxima segunda-feira (25) até o dia 7 de fevereiro.


Clique e Assine A Tribuna por apenas R$ 1,90 e ganhe acesso completo ao Portal e dezenas de descontos em lojas, restaurantes e serviços!


A decisão foi anunciada há pouco, em coletiva de imprensa no Palácio dos Bandeirantes, pelo governador de São Paulo, João Doria (PSDB), na qual ocorreu a 18ª reclassificação do Plano SP.


"Precisamos lidar com a dura realidade que a pandemia nos impõe. Uma segunda onda, que atingiu o mundo, chegou a São Paulo. Até que tenhamos um número suficiente de pessoas vacinadas, novas medidas são necessárias", disse Doria. "Precisamos, primeiro, garantir que as pessoas estejam vivas para que elas possam ir aos locais, trabalharem", completou.


Na fase vermelha, apenas farmácias, mercados, padarias, postos de combustíveis, meios de transporte coletivos (ônibus e VLT), serviços de hotelaria e delivery de restaurantes e lanchonetes estarão autorizados a funcionar.


Além disso, na 18ª reclassificação, a Baixada Santista vai para a fase laranja do Plano de flexibilização da economia. Com isso, o consumo local em bares volta a ficar proibido. Em restaurantes, a capacidade fica limitada a 40%, como já aconteceu na fase anterior, amarela.


O comércio também será afetado, devendo funcionar por até 8 horas, entre às 6 da manhã e às 20 horas. Salões de beleza e academias também continuam funcionando, respeitando as mesmas regras de lotação e horário.


Doria anunciou que está abrindo mais 756 vagas de UTI no Estado e vai reativar o hospital de campanha de heliópolis, previsto para iniciar a operação em 25 de fevereiro, na Capital.


O início das aulas nas escolas públicas e privadas foi adiado e está suspensa a presença física dos alunos nas fases laranja e vermelha do Plano São Paulo. .


Logo A Tribuna