Logo A Tribuna
ASSINE
Icone usuario ENTRAR
CLUBE IMPRESSO ACERVO ASSINANTE

CPFL encontra 'gato' de energia em padaria de Cubatão

Foi recuperado 5 MWh de energia; número seria suficiente para abastecer 33 casas durante um mês

Por: Por ATribuna.com.br  -  09/03/21  -  13:28
Atualizado em 19/04/21 - 18:08
   Agressão teria acontecido em frente a agência da Companhia, na Avenida Ana Costa
Agressão teria acontecido em frente a agência da Companhia, na Avenida Ana Costa   Foto: Carlos Nogueira/AT

A CPFL e a Polícia Militar realizaram uma operação de combate a fraudes e furtos de energia em Cubatão. A ação inspecionou uma padaria no bairro Vila Nova, onde foi constatado o crime. O proprietário foi detido e conduzido à unidade policial para responder criminalmente pelo delito. Além disso, precisará quitar seus débitos com juros e correções monetárias para que a energia seja restabelecida.


O volume de energia recuperado é de cerca de 5 MWh, número que seria suficiente para abastecer 33 residências durante um mês.


Clique e Assine A Tribuna por apenas R$ 1,90 e ganhe acesso completo ao Portal e dezenas de descontos em lojas, restaurantes e serviços!


A CPFL e PM atuam constantemente para identificar irregularidades em unidades consumidoras da região. O objetivo é impedir a prática de fraudes e furtos, que piora a qualidade do fornecimento de energia e coloca em risco a vida da população, além de encarecer as tarifas para todos os clientes da distribuidora.


Fraude e furto de energia é crime, e está previsto no Código Penal, com pena que pode variar de um a quatro anos de prisão. Também são cobrados dos fraudadores os valores das tarifas referentes a todo o período em que ocorreu o roubo, acrescidos de multa. A Agência Nacional de Energia Elétrica também distribui para todos os consumidores, por meio das tarifas de energia elétrica, parte dos prejuízos causados pelas "perdas comerciais".


“Outra consequência negativa é a piora na qualidade do serviço prestado. As ligações clandestinas sobrecarregam as redes elétricas, deixando o sistema de distribuição mais suscetível às interrupções no fornecimento”, afirma um dos supervisores de Recuperação de Energia da CPFL.


Consumidores que fazem “gato”, além de praticarem crime, também estão colocando as suas vidas e da população em risco. Pessoas não habilitadas que tentam manipular o medidor de energia ou realizar ligação direta na rede podem causar acidentes graves, até mesmo fatais.


Consumidores da CPFL podem contribuir, de forma sigilosa, para o combate às fraudes e furtos por meio dos canais de denúncia disponibilizados pela concessionária. Elas podem ser realizadas pelo aplicativo CPFL Energia, pelo site, pelo e-mail denunciafraude@cpfl.com.br.


Logo A Tribuna