Bombeiros encontram corpo de 1ª vítima desaparecida em cabeça d'água na Baixada Santista

Outras quatro vítimas do fenômeno, que atingiu cachoeiras da região no fim de semana, continuam desaparecidas em Cubatão, Bertioga e Praia Grande

Por: Por ATribuna.com.br  -  23/02/21  -  14:10
Atualizado em 23/02/21 - 14:37
Corpo foi encontrado no rio Perequê, em Cubatão
Corpo foi encontrado no rio Perequê, em Cubatão   Foto: Fotos: Reprodução/Facebook e Vanessa Rodrigues/AT

Após três dias de buscas, bombeiros encontraram o corpo de uma das cinco vítimas levadas por um fenômeno conhecido como cabeça d'água em Cubatão, Praia Grande e Bertioga. O corpo de um homem foi encontrado nesta manhã (23), no Rio Perequê, em Cubatão.


Clique e Assine A Tribuna por apenas R$ 1,90 e ganhe acesso completo ao Portal e dezenas de descontos em lojas, restaurantes e serviços!


No município, um casal desapareceu após entrar na cachoeira do Perequê, na altura do km 4, da Rodovia Cônego Domênico Rangoni. A mulher continua desaparecida após o episódio.


O corpo de Florisvaldo Neto Xavier foi encontrado próximo ao meio dia. A família estava no local e reconheceu a vítima. Segundo o Tenente Wilson Vaccaro, do Corpo de Bombeiros, foi preciso pedir o reforço de um bote a mais para São Paulo, devido as águas estarem bem fortes no dia do ocorrido. As buscas só ocorreram mais facilmente nesta terça por conta da "maré" baixa. O corpo foi encontrado 200 metros à frente do local onde o casal desapareceu.


No fim de semana foram registrados cinco desaparecimentos em cachoreiras da região. Além do casal em Cubatão, duas pessoas que estavam na cachoeira no veú da noiva em Bertioga e um homem que estava na cachoeira do Melvi, em Praia Grande, desapareceram.


Casal desapareceu após ter sido atingido por uma cabeça d'água, no Rio Perequê, em Cubatão.
Casal desapareceu após ter sido atingido por uma cabeça d'água, no Rio Perequê, em Cubatão.   Foto: Vanessa Rodrigues/AT

Praia Grande


Um homem desapareceuna cachoeira do Guariúma, no Melvi, em Praia Grande. De acordo com o Corpo de Bombeiros, a vítima foi surpreendida pela cabeça d'água, não conseguiu sair da cachoeira e foi arrastada.



Segundo a Prefeitura, as equipes do Setor Ambiental da Guarda Civil Municipal (GCM) e da Defesa Civil estão prestando apoio ao Corpo de Bombeiros nas buscas pelo homem que desapareceu nas águas.


Cabeça d'água


Cabeça d'água é o fenômeno de aumento rápido e repentino da água em cachoeiras, rios e lagos, devido às chuvas intensas nas cabeceiras ou em trechos mais altos do curso d'água. E isso representa um grande perigo.


>>Leia mais:


Cabeças d'água em três cachoeiras da Baixada Santista deixam cinco desaparecidos; VÍDEO


Logo A Tribuna