Cidades da Baixada Santista divulgam plano de vacinação contra a Covid-19

Santos, Guarujá e Praia Grande devem iniciar imunização assim que as doses chegarem nas cidades

As cidades da Baixada Santista se preparam para dar início à vacinação da população contra a Covid-19. Os municípios de Santos, Guarujá e Praia Grande informaram que há possibilidade de iniciar a imunização antes do dia 25, caso as doses cheguem antes do previsto.

Clique e Assine A Tribuna por apenas R$ 1,90 e ganhe acesso completo ao Portal e dezenas de descontos em lojas, restaurantes e serviços!

Santos

O prefeito de Santos, Rogério Santos (PSDB), se reuniu nesta segunda-feira (18) com o secretário de Desenvolvimento Regional do Estado de São Paulo Marco Vinholi e conseguiu antecipar da vinda das vacinas contra a Covid-19 para Santos para esta quarta-feira (20). Tão logo as oses cheguem à cidade, a vacinação começará.

Em nota, a Prefeitura de Santos informa que, conforme orientação do Estado de São Paulo, as primeiras doses que chegarem ao município serão destinadas aos profissionais que atuam na linha de frente contra a Covid-19, em especial os que atendem a pacientes acometidos pela doença.

As doses serão disponibilizadas às instituições de saúde para que providenciem a vacinação no local de trabalho destes profissionais. Será disponibilizada a metade das doses e a outra metade, reservada para a aplicação da segunda dose, para garantir o esquema completo aos profissionais.

Guarujá

Em Guarujá, a previsão de chegada das doses da Coronavac é para esta terça-feira (19). Assim, a prefeitura pretende dar início à vacinação na quarta-feira (20). A Sesau não sabe informar qual será a quantidade a ser recebida e por isso, o cronograma pode sofrer alterações. Aproximadamente 40 mil pessoas devem ser vacinadas na cidade.

Guarujá terá 22 postos disponíveis, sendo 20 deles fixos. Na primeira etapa serão 27.115 idosos e outros 10.701 profissionais de saúde a serem imunizados dentro do público-alvo prioritário estabelecido pelo Governo do Estado. O Município aguarda diretrizes para definir se prosseguirá com o Plano de Vacinação Estadual ou Nacional.

Praia Grande

O plano de vacinação contra a Covid-19 de Praia Grande aguarda apenas a chegada das doses para iniciar a imunização. A cidade terá oito polos para vacinar o público-alvo da primeira fase da campanha. O atendimento será de segunda a sábado, das 9h às 16h. Ainda não há previsão de chegada das doses e a data de início será divulgada após orientação dos governos Federal e Estadual.

São Vicente

A Secretaria da Saúde (Sesau) de São Vicente informa que a vacinação contra a Covid-19 terá  início em 25 de janeiro. A pasta aguarda orientação do Estado sobre o cronograma de chegada da vacina e se haverá mudanças no calendário vacinal. A vacina estará disponível em 26 postos de saúde para o público específico, de segunda a sexta-feira, das 9 às 15h30. Para a vacinação, não é necessário agendamento. Só os idosos acamados devem fazer pré-cadastro por meio do telefone/WhatsApp: (13) 3467-6632.

Bertioga

Bertioga informa que a vacinação contra a Covid-19 seguirá o calendário divulgado pelo Estado, com início previsto para o dia 25 de janeiro. A data depende de confirmação do Governo do Estado, responsável pelo envio de doses aos municípios. Até o momento, não há informações ou orientações do Governo do Estado sobre a entrega das doses da vacina, quantidade ou antecipação da vacinação no Município.

Cubatão

Cubatão aguarda orientação da Secretaria de Estado da Saúde sobre a possibilidade de alteração do calendário de imunização contra a covid-19 devido à antecipação da vacinação. O município está pronto para receber as doses e já tem preparada a estrutura para a imunização.

De acordo com a projeção da Secretaria de Estado baseada na vacinação contra a gripe, Cubatão conta com 3.975 trabalhadores da Saúde e tem uma população de 9.490 pessoas a partir de 60 anos.

Mongaguá

A cidade de Mongaguá informou que não pretende antecipar a vacinação, já que as doses ainda não chegaram, e não haveria tempo hábil por conta da logística necessária. Nove unidades de saúde municipais estarão disponíveis para a imunização, e a Diretoria de Saúde segue aguardando as orientações do DRS para o recebimento das doses. Vale salientar que, até o momento, não foi informado quando as vacinas chegarão. Mongaguá solicitou 8.838 doses.

Peruíbe

Peruíbe informou que que o Grupo de Vigilância Epidemiológica (GVE) Santos - do Governo do Estado - responsável pela região da Baixada Santista, não anunciou a Peruíbe até o momento sobre quando chegam as vacinas na cidade. Entretanto, o Serviço seguirá inicialmente o Calendário do Programa Estadual de Vacinas, previsto para a próxima segunda-feira (25).

A cidade de Itanhaém não respondeu a tentativa de contato da Redação até a publicação desta reportagem.

Tudo sobre: