Sindicato denuncia defasagem e sobrecarga de funcionários públicos em prefeitura do litoral de SP

Com déficit de 830 profissionais, previsão é de repor apenas 50; entidade alerta para perda na qualidade de serviços

Por: Bruno Almeida  -  03/12/21  -  13:47
Atualizado em 03/12/21 - 13:59
Bertioga abre cursos, mas sindicato afirma que vagas são insuficientes
Bertioga abre cursos, mas sindicato afirma que vagas são insuficientes   Foto: Prefeitura de Bertioga

A Prefeitura de Bertioga precisaria de mais 830 profissionais para reverter o quadro de sobrecarga de funcionários públicos e melhorar os atendimentos na cidade. É o que mostra um levantamento feito pelo Sindicato dos Servidores Públicos Municipais de Bertioga (SSPMB), que listou a quantidade de cargos vagos na estrutura da Administração Municipal.


Clique, assine A Tribuna por apenas R$ 1,90 e ganhe centenas de benefícios!


Segundo o presidente do Sindicato, Jorge Guimarães dos Santos, o número necessário para a cidade é muito maior do que as 50 vagas abertas em dois concursos públicos previstos para ocorrer nas próximas semanas.


"A população de Bertioga cresceu muito, mas o quadro de servidores continua o mesmo de 20 anos atrás", afirma.


Entre os cargos destacados por Santos como os mais urgentes para que haja reposição estão: psicólogo, fiscal, assistente social e técnico de enfermagem. Esta última posição terá uma vaga preenchida por um dos concursos. "Mas o total de vagas disponíveis (para técnico de enfermagem) é 40. A cidade está precisando muito dessas pessoas nos postos de saúde", reclama.


"Muitos servidores têm tempo para se aposentar e sair da Prefeitura também. E muita gente vem para a cidade porque é um local com praia e com qualidade de vida. Essas pessoas utilizam os serviços públicos e então acontece a sobrecarga".


Concursos
No dia 12 deste mês, candidatos disputarão uma vaga para o cargo de Procurador Municipal. No dia 19, é a vez de postulantes a um cargo público disputarem 49 vagas variadas.


A Secretaria de Administração e Finanças de Bertioga informou ter "plena consciência" da situação exposta pelo sindicato e que as 49 vagas abertas em concurso atendem as exigências da Lei 173, que vigorará até o próximo dia 31 - lei nacional que "congelou" os gastos públicos por conta da pandemia.


Em 2022, a Prefeitura espera realizar um novo concurso para atender outras demandas da cidade.


Logo A Tribuna