Brasileira sofre acidente de carro na Itália e está fora da Olimpíada de Inverno

A atleta sofreu fraturas na ulna (osso do antebraço) e nos pés e se encontra hospitalizada

Por: Estadão Conteúdo  -  27/01/22  -  18:40
Bruna Moura, representante no esqui cross country, sofreu um acidente de carro e não vai mais competir.
Bruna Moura, representante no esqui cross country, sofreu um acidente de carro e não vai mais competir.   Foto: Unsplash

O Comitê Olímpico do Brasil (COB) teve que fazer uma mudança de última hora, nesta quinta-feira, na relação de atletas convocados para os Jogos Olímpicos de Inverno de Pequim-2022, na China, que começarão no próximo dia 4. Bruna Moura, representante no esqui cross country, sofreu um acidente de carro e não vai mais competir.


Clique, assine A Tribuna por apenas R$ 1,90 e ganhe centenas de benefícios!


O acidente automobilístico aconteceu próximo à cidade de Obervintl, na Itália. O motorista tentou uma ultrapassagem perigosa na estrada e bateu em um caminhão. A atleta seguia para a Alemanha, após um período de treinamentos na Áustria, onde faria os testes RT-PCR exigidos para entrada na China. Bruna sofreu fraturas na ulna (osso do antebraço) e nos pés e se encontra hospitalizada. O COB e a Confederação Brasileira de Desportos na Neve (CBDN) estão prestando todo o suporte à atleta


Bruna participou de uma competição na Áustria, onde garantiu a vaga para os Jogos de Pequim-2022. No dia seguinte ao torneio, testou positivo para a covid-19 e ficou de quarentena no país antes de sofrer o acidente nesta quinta-feira. Aos 27 anos, ela disputaria a sua primeira Olimpíada.


Com a impossibilidade do embarque imediato para Pequim, COB e CBDN convocaram para o seu lugar a atleta Eduarda Ribera, terceira colocada entre as atletas que disputaram as duas vagas femininas do Brasil na modalidade. Duda já vinha cumprindo os protocolos exigidos pelo Comitê Organizador de Pequim-2022 e deve embarcar para a China nesta sexta-feira.


Logo A Tribuna
Newsletter