Brasil tem 145,6 milhões de pessoas com 2ª dose da vacina contra a covid

Nove capitais do País começaram a vacinação infantil nesta manhã

Por: Estadão Conteúdo  -  15/01/22  -  21:56
Entre os mais de 161 milhões de vacinados, 145,6 milhões receberam a segunda dose ou um imunizante de aplicação única.
Entre os mais de 161 milhões de vacinados, 145,6 milhões receberam a segunda dose ou um imunizante de aplicação única.   Foto: Alexsander Ferraz/AT

O número de pessoas vacinadas com ao menos uma dose contra a covid-19 no Brasil chegou nesta quinta-feira, 22, a 161.905 777, o equivalente a 75,37% da população total, de acordo com a nova projeção populacional do IBGE para este ano. Nove capitais do País começaram a vacinação infantil nesta manhã. Nas últimas 24 horas, 37.149 pessoas receberam a primeira aplicação da vacina, segundo dados reunidos pelo consórcio de veículos de imprensa. Ao todo, 13 Estados não divulgaram os boletins de imunização do período.


Clique, assine A Tribuna por apenas R$ 1,90 e ganhe centenas de benefícios!


Entre os mais de 161 milhões de vacinados, 145,6 milhões receberam a segunda dose ou um imunizante de aplicação única.


Nas últimas 24 horas, 343.333 pessoas receberam a segunda dose e outras 3.212 receberam o imunizante produzido pela Johnson & Johnson.


Neste sábado, 188,9 mil pessoas ainda receberam a dose de reforço. Ao todo, 32,5 milhões de brasileiros já foram "revacinados" - o equivalente a 15,15% da população total.


Somando todas as vacinas aplicadas, o Brasil administrou 572,6 mil doses nas últimas 24 horas.


Os Estados que não divulgaram os registros de vacinação neste sábado são: Acre, Alagoas, Amapá, Ceará, Goiás, Minas Gerais, Mato Grosso, Paraíba, Paraná, Rio de Janeiro, Roraima, Rio Grande do Sul e Tocantins.


São Paulo tem 81,71% da população total vacinada ao menos com uma dose contra o coronavírus, e 78,65% com duas doses ou aplicação única, o mais avançado do País. Os outros quatro Estados com a maior proporção de habitantes com essa taxa são: Piauí (75,33%), Minas Gerais (72,66%), Santa Catarina (72,39%) e Mato Grosso do Sul (72,78%).


Logo A Tribuna