Venda de Vanderlei é piada de mau gosto com o torcedor

Com opções escassas no futebol brasileiro, goleiro é um dos "intocáveis" no elenco santista

Por: Bruno Gutierrez  -  02/11/18  -  00:41
  Foto: Pedro Ernesto Guerra Azevedo/Santos FC

A notícia que Santos e São Paulo estariam negociando a ida de Vanderlei para o Tricolor, inclusive com anuência do goleiro, pegou a torcida do Alvinegro de surpresa. Porém, o susto durou pouco, já que o Peixe fez questão de emitir nota para negar qualquer tratativa nesse assunto.


A venda de Vanderlei soa como uma piada de mau gosto para o santista. O momento dos goleiros dentro do futebol brasileiro, quando avaliamos a nova safra, não é dos melhores. Os jovens destaques, como Ederson e Alison, já estão - há algum tempo - no exterior.


Quem se aventurou com as apostas dentro do futebol brasileiro, como o próprio São Paulo, ainda tem dores de cabeça, uma vez que Jean, por exemplo, não decolou no Tricolor. Douglas Friedrich, outro que se destacou no Brasileirão de 2017, apresenta um futebol irregular no Bahia.


Logo, seria até compreensível os adversários "crescerem o olho" em goleiros de carreira mais sólidas e nem tão badalados, como é o caso de Vanderlei. Afinal, apesar de ter sido um dos melhores goleiros do ano passado e um dos mais regulares nesta temporada, não possui holofotes em cima como Cássio (Corinthians), Marcelo Grohe (Grêmio), Victor (Atlético-MG) ou Fábio (Cruzeiro).


Além do que, pela experiência, talvez não sentisse o peso que ainda existe no rival santista em substituir Rogério Ceni. Mas, o goleiro é um dos intocáveis do elenco santista. Vladimir pode até ser um bom reserva, seguro, mas não inspira tanto o torcedor quanto Vanderlei. E, hoje, é difícil não imaginar o camisa 1 se aposentando no Peixe.


E, apesar da diretoria do Santos ter fixadoo valor de 7 milhões de Euros (cerca de R$ 30 milhões) para liberar o jogador, de 34 anos, é difícil que o Alvinegro libere o goleiro, mesmo por esse valor. O empresário do jogador, Carlos Eduardo Guimarães, definiu que que Vanderlei está muito feliz com o reconhecimento da torcida do Santos e que sabe que é um símbolo do clube.


Vale a pena criar uma instabilidade e ter uma dor de cabeça numa posição-chave do elenco por 7 milhões de Euros?


Este artigo é de responsabilidade do autor e não reflete necessariamente a linha editorial e ideológica do Grupo Tribuna. As empresas que formam o Grupo Tribuna não se responsabilizam e nem podem ser responsabilizadas pelos artigos publicados neste espaço.
Ver todos os colunistas
Logo A Tribuna