Logo A Tribuna
ASSINE
Icone usuario ENTRAR
CLUBE IMPRESSO ACERVO ASSINANTE

Moradores relatam problemas de locomoção em ruas de terra de Mongaguá: 'Precariedade'

Principais afetados são os motoristas e ciclistas, que não conseguem transitar, principalmente, quando chove

Por: Por ATribuna.com.br  -  07/03/21  -  17:00
Problema gera dificuldades de locomoção para motoristas e ciclistas
Problema gera dificuldades de locomoção para motoristas e ciclistas   Foto: Divulgação/Antônio dos Santos

Sem pavimentação há anos, os moradores do Conjunto Residencial Mazzeo reclamam que a situação atrapalha a locomoção de ciclistas, pedestres e motoristas. 


Clique e Assine A Tribuna por apenas R$ 1,90 e ganhe acesso completo ao Portal e dezenas de descontos em lojas, restaurantes e serviços! 


Essa sugestão de reportagem foi feita pelo morador Antônio dos Santos. Você também pode entrar em contato conosco via WhatsApp, pelo número (13) 9 9642 8222, ou pelo E-Mail, g1at@grupo-tribuna.com. Ao mandar sua mensagem, deixe seus dados completos, relate o problema ou a sugestão de pauta e anexe fotos e vídeos.


Em dias de chuva, a situação piora ainda mais, segundo o morador Antônio Celso dos Santos. Para ele o que indigina os moradores é saber que o imposto é pago e que já tentaram avisar a prefeitura sobre as melhorias, mas ainda nada foi feito.


Os problemas envolvendo a falta de pavimentação se concentram principalmente entre as ruas "E" (Begônias)," C "(Silvio Mayer Filho), e "F", segundo os moradores. "Sentimos essa precariedade com total intensidade quando estamos percorrendo esse trecho de carro, ou bicicleta", diz Santos.


O professor conta ainda que a mãe deslocou o ombro ao cair de um tricilo enquanto passava pela região, em uma época em que o trecho ainda não estava tão ruim quanto agora. Por isso, os moradores pedem providências, para que mais ninguém sofra com os transtornos das ruas de terra. 


Segundo a Diretoria de Obras Públicas, as obras de pavimentação estão em fase de estudo, para atender os moradores de forma efetiva e a região citada deverá ser contemplada no projeto. 


Logo A Tribuna