EDIÇÃO DIGITAL

Sexta-feira

7 de Agosto de 2020

Pastor de Santos é escolhido como novo ministro da Educação

Presidente Jair Bolsonaro nomeou, nesta sexta-feira (10), o reverendo Milton Ribeiro, da Igreja Presbiteriana de Santos

O presidente Jair Bolsonaro informou, nesta sexta-feira (10) que o professor Milton Ribeiro foi escolhido como o novo ministro da Educação. O anúncio foi feito nas redes sociais do presidente. Logo após, a nomeação foi publicada em uma edição extra do "Diário Oficial da União".

Ribeiro é pastor reverendo da Igreja Presbiteriana de Santos, além de também ser ligado à Universidade Mackenzie. Em junho do ano passado, ele havia sido escolhido para integrar a Comissão de Ética Pública da Presidência da República. Ele foi a primeira indicação de Bolsonaro para o colegiado.

O evangélico teria um mandato de três anos, podendo ser reconduzido pelo mesmo período.  O colegiado é responsável por investigar ministros e servidores do governo. 

"Formal, sóbrio, ponderado, equilibrado, tipo um reitor de universidade." É como o jornalista e especialista em Finanças Públicas Rodolfo Amaral resume a figura de Milton Ribeiro.

Fiel dessa denominação cristã, Amaral conhece Ribeiro há "mais ou menos sete ou oito anos" e diz serem amigos. "Fico feliz pela nomeação dele", afirma o jornalista. "Currículo ele tem. É claro que deverá ter dificuldade, pois é um ministério com muitas correntes de pensamento. Ele (Ribeiro) tem um perfil mais conservador".

O deputado estadual Tenente Coimbra (PSL) elogiou a escolha do novo ministro. “É um nome que possui com certeza todos os valores necessários para o cargo, pois tem muita experiência e propostas para o setor. Com certeza, irá nos ajudar muito aqui em São Paulo, inclusive no avanço para a implantação de escolas cívico-militares no estado”, pontuou o parlamentar.

Milton Ribeiro será o quarto ministro da Educação do governo Jair Bolsonaro. Os antecessores são Ricardo Vélez Rodríguez, Abraham Weintraub e Carlos Decotelli.

*com informações do G1

Tudo sobre: