Polícia prende membro de organização criminosa que 'faz a limpa' em trens na Baixada Santista

Ele estava foragido da Justiça e foi encontrado em um barraco. Toneladas de soja foram apreendidas próximo ao local

Por: Daniel Gois  -  17/05/23  -  17:33
Integrante de facção criminosa especializada no furto de trens foi preso em Cubatão
Integrante de facção criminosa especializada no furto de trens foi preso em Cubatão   Foto: Divulgação/Polícia Civil e Reprodução

Um homem de 29 anos, membro de uma organização criminosa que atua no furto de carga em trens na Baixada Santista, foi preso nesta terça-feira (16), em Cubatão. Ele estava foragido da Justiça.


Clique, assine A Tribuna por apenas R$ 1,90 e ganhe centenas de benefícios!


A ação fez parte da Operação Baixada Segura, realizada pela Polícia Civil entre terça (16) e quarta (17), em todas as cidades da Baixada Santista e Vale do Ribeira. Ao todo, dez pessoas foram presas, sendo nove em flagrante e o membro de facção, que estava foragido da Justiça.


Os agentes localizaram o procurado em um barraco no Jardim São Marcos. Em outra construção irregular próxima, a Polícia Civil encontrou 20 toneladas de soja furtadas de trens, além de 411 pinos de maconha sintética, a droga K9.


"Essa droga tem um preço mais acessível. E para as pessoas que estão viciadas, que já perderam o poder de raciocínio, tanto faz o crack, a cocaína ou a k9. Todo processo químico tem o resto que sobra, e desse resto, eles (criminosos) fazem aquela droga pior. Isso pra eles têm um custo zero, então qualquer valor é lucro. É uma droga muito perigosa, que preocupa na saúde pública e na polícia", explicou o delegado divisionário da Deic, Fabiano Fonseca Barbeiro, em entrevista coletiva nesta quarta (17), no Palácio da Polícia de Santos.


Uma mulher, de 43 anos, que guardava a droga, também foi presa. Apesar da proximidade dos locais, não há confirmação de que a soja apreendida tenha sido diretamente furtada pelo homem preso.


Veículos e peças

As diligências resultaram ainda na recuperação de 22 veículos, sendo 12 motos e dez carros, furtados ou roubados por criminosos na região. A Polícia Civil tenta contato com as vítimas.


Além disso, houve a apreensão de 2.780 peças e acessórios de veículos impróprios para consumo. Segundo Barbeiro, essas peças foram encontradas em lojas que as retiraram de ferros-velhos. Parte das lojas ficam em Praia Grande.


Peças irregulares de veículos foram apreendidas na região
Peças irregulares de veículos foram apreendidas na região   Foto: Divulgação/Polícia Civil

"Em um dos locais, encontramos kits de cinto de segurança usados à venda. Isso é proibido, só pode se comprar novo. Pode até não ser original da fábrica, mas que seja autorizado pelo fabricante, desde que a peça seja nova", ressaltou o delegado.


Armas e munições

Em Itanhaém, como parte da operação, a Polícia Civil prendeu um homem de 40 anos que armazenava mais de 2 mil munições de diferentes calibres.


No imóvel, um cortiço localizado no Jardim Coronel, havia duas carabinas, um revólver e uma garrucha, além de duas armas do tipo airsoft. Ele coleciona passagens pela polícia.


Fabiano Fonseca Barbeiro, delegado divisionário da Deic Santos
Fabiano Fonseca Barbeiro, delegado divisionário da Deic Santos   Foto: Daniel Gois/AT

Logo A Tribuna
Newsletter