Polícia desmonta cativeiro usado para matar motoristas de aplicativo em SP

Local era usado para torturar e matar motoristas que eram sequestrados. Duas quadrilhas foram presas

A Polícia Civil realizou vistoria em um local que serviu de cativeiro para motoristas de aplicativos vítimas de sequestros, roubos, tortura e assassinatos. Duas quadrilhas foram presas na quinta-feira (7), no bairro do Imirim, na Zona Norte de São Paulo.

Clique e Assine A Tribuna por apenas R$ 1,90 e ganhe acesso completo ao Portal e dezenas de descontos em lojas, restaurantes e serviços!

No local, policiais do Departamento de Investigações Criminais (DEIC) encontraram objetos como cordas de tecido, restos de alimentos, embalagem para drogas e roupas velhas, mas nenhum sinal de morador.

A quadrilha é apontada pelos investigadores como uma das mais violentas da capital paulista. Ao menos dois motoristas de aplicativo foram trazidos para o cativeiro desmontado na operação, sendo que o último foi torturado e morto.

Levantamento feito pela TV Globo mostra que, no ano passado, 13 motoristas foram atacados, sendo cinco assassinados. No início desta semana, a polícia prendeu três suspeitos de participar dos crimes.

*Com informações do G1

Tudo sobre: