Polícia Civil apreende 502 kg de cocaína dentro de contêiner em Santos

A granel e acondicionada em sacas, a droga estava misturada a uma carga de açúcar e seria transportada para a Espanha

Policiais da 1ª Delegacia de Investigações Gerais de Santos apreenderam 502 quilos de cocaína nesta segunda-feira (26). A granel e acondicionada em sacas, a droga estava dentro de um contêiner, misturada a uma carga de açúcar. Ninguém foi preso.

Clique aqui e assine A Tribuna por apenas R$ 1,90. Ganhe, na hora, acesso completo ao nosso Portal, dois meses de Globoplay grátis e, também, dezenas de descontos em lojas, restaurantes e serviços!

Pronto para ser despachado de navio para o porto espanhol de Valência, o contêiner estava em um terminal alfandegado na região central de Santos. Para abrir e vistoriar o cofre de carga, a equipe do delegado Luiz Ricardo de Lara Dias Júnior e do investigador Paulo Carvalhal acionou a Receita Federal.

Após a descoberta da droga, os policiais civis avisaram a Polícia Federal, que dará sequência às investigações por se tratar de tráfico internacional. O que chama a atenção nesta apreensão é o ineditismo de a cocaína não estar dividida em tabletes, como sempre se verificou.

Por estar a granel o entorpecente, a sua detecção por escâner seria mais difícil, conforme comentou um agente. Os indícios são os de que a cocaína foi introduzida no contêiner mediante a técnica conhecida por "rip-on/rip-off". Neste método, a ocultação da droga é feita sem o conhecimento dos importadores e exportadores da carga lícita.

Diferente de outras apreensões, quando a cocaína está em tabletes, polícia localizou a droga à granel (Foto: Divulgação/Receita Federal)
Tudo sobre: