Logo A Tribuna
ASSINE
Icone usuario ENTRAR
CLUBE IMPRESSO ACERVO ASSINANTE

PF prende quadrilha com mais de uma tonelada de cocaína no Porto de Santos

Droga seguiria para o Porto da Antuérpia, na Bélgica. Armados e encapuzados, indivíduos foram presos em flagrante na saída do terminal

Por: Por ATribuna.com.br  -  09/03/21  -  15:17
Atualizado em 09/03/21 - 15:57
Droga seguiria para o porto da Antuérpia, na Bélgica
Droga seguiria para o porto da Antuérpia, na Bélgica   Foto: Divulgação/Polícia Federal

A Polícia Federal realizou uma ação conjunta com a Receita Federal de Santos na manhã desta terça (9) em um Terminal localizado no Porto de Santos, em que resultou na prisão de sete pessoas e a apreensão de mais de uma tonelada de cocaína. 


Clique e Assine A Tribuna por apenas R$ 1,90 e ganhe acesso completo ao Portal e dezenas de descontos em lojas, restaurantes e serviços!


Segundo a Polícia Federal, eles foram presos logo após terem colocado 32 malas contendo a droga no interior de um container que seguiria para Antuérpia. 



Equipes da Polícia e Receita Federal foram chamadas para verificar a situação quando câmeras de vigilância detectaram movimentação suspeita de um caminhoneiro do terminal. 


Na abordagem do caminhão, no momento em que saía do Terminal Portuário, foram localizados além do motorista, cinco indivíduos escondidos no veículo. 


Os criminosos estavam todos de preto e usavam touca ninja. Com eles foram apreendidos duas pistolas calibre 40, munições e um fuzil calibre 556, além de diversos lacres de containers, um alicate corta frio e cinco celulares.


Também foram encontradas armas no interior do veículo
Também foram encontradas armas no interior do veículo   Foto: Divulgação/Polícia Federal

No interior do container violado pelo grupo criminoso, foram encontradas 32 bolsas contendo tabletes de cocaína, que totalizaram 1.111 quilos. Também foi identificado o envolvimento de um funcionário do terminal, que foi preso em flagrante por auxiliar na empreitada.


Os indivíduos estão sendo autuados em flagrante por tráfico internacional de entorpecentes e porte ilegal de arma e fogo. Após o flagrante, eles foram levados para a sede da Polícia Federal. 


Operação contou com o apoio da Guarda Portuária.
Operação contou com o apoio da Guarda Portuária.   Foto: Carlos Nogueira/AT

Logo A Tribuna