Pai e filho são presos com cerca de 4,5 kg de drogas em Itanhaém

Eles responderão pelos crimes de tráfico de drogas, associação para o tráfico e por integrarem organização criminosa

Um pai e o filho, de 40 e 20 anos respectivamente, foram presos nesta quarta-feira (11), por tráfico de drogas, em Itanhaém. Eles foram detidos com cerca de 4,5 kg de drogas, na Rodovia Padre Manoel da Nóbrega, na altura do bairro Belas Artes.

Clique aqui e assine A Tribuna por apenas R$ 1,90. Ganhe, na hora, acesso completo ao nosso Portal, dois meses de Globoplay grátis e, também, dezenas de descontos em lojas, restaurantes e serviços!

Segundo informações da Delegacia de Investigações Sobre Entorpecentes (Dise) de Itanhaém, as prisões fazem parte de uma ação para desmantelar uma organização criminosa que atua na região.

Durante diligências, e equipe policial apurou que um ponto de drogas situado no bairro teria sido restabelecido por dois suspeitos, pai e filho, integrantes da organização, sendo que o filho era responsável pelo controle e distribuição das drogas e o pai pelo transporte do entorpecente.

Os agentes identificaram o veículo em que eram transportadas as drogas por um dos suspeitos como sendo um Fiat/Palio cor branca. Após pesquisas utilizando-se do serviço de inteligência policial, eles conseguiram localizar o carro e passaram a acompanhá-lo.

Os investigadores cercaram o veículo e abordaram os suspeitos. Logo foi possível localizar grande quantidade de droga no banco de trás do veículo.

No total foram apreendidos 4110 “eppendorfs” de cocaína (4278 gramas), 1954 pedras de crack (265 gramas) e 60 papelotes de maconha (73 gramas), além de anotações de contabilidade de tráfico, dois aparelhos de telefone celular e o veículo utilizado para fins de transporte e distribuição das drogas.

Segundo a Polícia Civil, todo entorpecente apreendido teria como destino a distribuição em Praia Grande. Pai e filho foram conduzidos até a Delegacia e presos em flagrante. Os suspeitos foram recolhidos e encaminhados à cadeia. Eles responderão pelos crimes de tráfico de drogas, associação para o tráfico e por integrarem organização criminosa.

Tudo sobre: