Abear: estimativa inicial de prejuízo em Congonhas é de pelo menos R$ 15 milhões

Incidente com avião de pequeno porte causou transtornos no aeroporto paulistano desde domingo (9)

Por: Estadão Conteúdo  -  11/10/22  -  20:27
Pneus de avião de pequeno porte estouraram durante o pouso em Congonhas, no último domingo (9)
Pneus de avião de pequeno porte estouraram durante o pouso em Congonhas, no último domingo (9)   Foto: Reprodução Redes Sociais

O caos gerado no Aeroporto de Congonhas por um incidente envolvendo uma aeronave de pequeno porte levou a um prejuízo de pelo menos R$ 15 milhões para as companhias aéreas, segundo estimativa inicial da Associação Brasileira das Empresas Aéreas (Abear).


Clique, assine A Tribuna por apenas R$ 1,90 e ganhe centenas de benefícios!


"Os dados ainda não estão fechados, mas temos uma estimativa inicial de prejuízo das companhias aéreas de pelo menos R$ 15 milhões", diz o presidente da Abear, Eduardo Sanovicz.


A entidade também estima que pelo menos 35 mil passageiros tenham sido afetados pelo problema, que começou no domingo, quando um jato executivo de propriedade da Supermix Concreto apresentou problemas durante o pouso. A pista principal de Congonhas ficou interditada das 13h32 do domingo (9) até as 22h18.


Até o fim da tarde desta segunda-feira (10), 300 voos da Latam e da Gol tinham sido afetados pelo problema, segundo a Abear.


Nesta segunda-feira (10), a associação divulgou uma nota defendendo a restrição da operação de aeronaves de baixa performance na pista principal de Congonhas "a fim de agilizar a recomposição da malha nacional e atender os milhares de passageiros que precisam ser transportados" e acrescentou que a restrição de aviões de pequeno porte na pista principal, especialmente em horários de pico, "é uma preocupação antiga".


Tudo sobre:
Logo A Tribuna
Newsletter