Lula vê 'desespero' de Bolsonaro na polêmica sobre inserções em rádios

A campanha de Bolsonaro questionou eventuais irregularidades em inserções de propaganda em rádios

Por: Estadão Conteúdo  -  27/10/22  -  12:59
A campanha de Bolsonaro questionou eventuais irregularidades em inserções de propaganda
A campanha de Bolsonaro questionou eventuais irregularidades em inserções de propaganda   Foto: Anderson Riedel/PR

O candidato do PT à Presidência da República, Luiz Inácio Lula da Silva, disse nesta quinta-feira que as denúncias de suposta fraude em inserções de rádio mostram incompetência da equipe do presidente Jair Bolsonaro (PL). Ao dizer que o chefe do Executivo está "um pouco desesperado" com a possibilidade de perder as eleições, Lula afirmou: "não temos nada a ver com isso".


Clique, assine A Tribuna por apenas R$ 1,90 e ganhe centenas de benefícios!


"Eu não sei o estado psicológico do presidente, mas essas coisas da rádio são incompetência da equipe dele. Não temos nada a ver com isso. Ele está um pouco desesperado, percebeu que tem a possibilidade de perder a eleição", disse o petista, em entrevista ao Correio Braziliense e à Rádio Clube FM, de Brasília, nesta quinta-feira (27).


A campanha de Bolsonaro questionou eventuais irregularidades em inserções de propaganda em rádios do Nordeste e de outras regiões do País e acusou emissoras de privilegiarem o PT, dando mais espaço a Lula. Em meio às acusações, na quarta-feira, 26, o presidente do Tribunal Superior Eleitoral (TSE), Alexandre de Moraes, rejeitou dar seguimento à ação da campanha do presidente


O ministro destacou que não cabe ao TSE fiscalizar as inserções, apontou a possibilidade de os autores da peça da campanha bolsonarista serem enquadrados por crime eleitoral e pediu que a Corregedoria-Geral Eleitoral instaure "procedimento administrativo" para apurar "eventual desvio de finalidade na utilização de recursos do Fundo Partidário".


"Nós ainda temos de disputar (o voto de) algumas pessoas que estão indecisas e pessoas que votaram nulo e branco no primeiro turno, mas é o direito que ele tem de chorar, espernear, de quem sabe que vai perder as eleições", disse Lula. "Ele estuda pesquisa, encomenda pesquisa e ele sabe que vai perder", emendou


Tudo sobre:
Logo A Tribuna
Newsletter