Vale assina aditivo para obra no Paraopeba e compensações de R$ 99 mi em Brumadinho

Companhia deve enviar em até 15 dias o cronograma referente à nova captação com conclusão de todas as obras

Por: Estadão Conteúdo  -  24/10/22  -  22:42
A Vale assinou um aditivo ao Termo de Compromisso que prevê medidas
A Vale assinou um aditivo ao Termo de Compromisso que prevê medidas   Foto: Divulgação/Corpo de Bombeiros

A Vale assinou um aditivo ao Termo de Compromisso que prevê medidas de captação de água do rio Paraopeba, em função do rompimento das barragens de Brumadinho (MG). O acordo inclui também medidas compensatórias de R$ 99 milhões. As informações são do Ministério Público de Minas Gerais.


Clique, assine A Tribuna por apenas R$ 1,90 e ganhe centenas de benefícios!


A companhia se comprometeu a enviar, em até 15 dias, o cronograma referente à nova captação, com a conclusão de todas as obras, incluindo testes, pré-operação, operação assistida e transferência definitiva da operação e manutenção para a Copasa, contemplando também o último trecho da adutora e sua interligação na estação de tratamento de água Rio Manso.


O novo acordo prevê também fixação de prazos para entrega dos projetos de engenharia do tratamento complementar da estação de tratamento de água Bela Fama, cujo prazo atual para conclusão é 31 de dezembro de 2022.


Além disso, o aditivo fixa medidas compensatórias à comunidade de Ponte das Almorreimas, em Brumadinho, que sofreu impactos com as obras de captação. As medidas compensatórias acordadas chegam a R$ 98.942.500,00.


O aditivo foi assinado com o Ministério Público de Minas Gerais, o Ministério Público Federal, a Aecom do Brasil, o Estado de Minas Gerais, a Copasa e o município de Brumadinho.


Tudo sobre:
Logo A Tribuna
Newsletter