Papa Francisco encontrará 150 mil jovens no Panamá

Na terceira reunião da Jornada Mundial da Juventude, Papa abordará temas como pobreza, corrupção e migração

Por: Da AFP  -  23/01/19  -  22:27
Católicos participam da abertura da JMJ, na véspera da chegada do papa
Católicos participam da abertura da JMJ, na véspera da chegada do papa   Foto: Raul Arboleda/France Presse

O papa Francisco fez sua primeira viagem ao Panamá nesta quarta-feira (23), para uma reunião com mais de 150 mil jovens católicos de todo o mundo na Jornada Mundial da Juventude.


O papa de 82 anos usará um dos principais eventos do calendário católico para abordar temas como pobreza, corrupção e migração na América Latina, região onde nasceu, informaram autoridades da Igreja.


“Nossa juventude, especialmente na América Central, precisa de oportunidades”, disse o arcebispo panamenho José Domingo Ulloa. Frequentemente, sua “dura realidade” os faz escolher entre migrar ou “cair nas garras dos narcotraficantes”, disse Ulloa, em Roma, durante uma visita preparatória.


Esta será a terceira JMJ de Francisco, que presidiu uma em 2013, logo após ser escolhido papa, no Rio de Janeiro, e outra em Cracóvia, na Polônia, em 2016. Nesta última, desafiou os governos conservadores da Europa Central e Oriental a diminuir a sua resistência aos migrantes que buscam refúgio dos conflitos no Oriente Médio.


Voz para os migrantes


De maneira semelhante, o papa é aguardado no Panamá para abordar a questão dos imigrantes de El Salvador, Nicarágua e Honduras, que compõem a maioria dos que viajam em caravanas até a fronteira dos Estados Unidos, apesar da oposição do presidente Donald Trump e da direita americana.


“Muitos dos jovens que participam da JMJ são imigrantes”, declarou o porta-voz do Vaticano, Alessandro Gisotti.


Milhares de centro-americanos atravessam a fronteira para o México a cada ano, indo ao Norte em busca de uma vida melhor. Outros milhões fogem do colapso econômico e da repressão política na Venezuela, sobrecarregando os serviços sociais nos países vizinhos.


Tudo sobre:
Logo A Tribuna