CLUBE IMPRESSO ACERVO COVID
Sánchez está pronto para voltar a jogar, mas renovação ainda é discutida
A reportagem de A Tribuna apurou que uruguaio tem condições de atuar ao menos poucos minutos nas próximas partidas
Por: Fúlvio Feola  -  07/05/21  -  13:24
Atualizado em 07/05/21 - 13:53
Sánchez já atuou em 104 partidas com a camisa do Santos, marcando 25 gols   Foto: Ivan Storti/Santos FC

O meia Carlos Sánchez já está clinicamente apto para voltar aos gramados. Segundo apuração feita pela reportagem de ATribuna.com.br, o jogador uruguaio tem condições de atuar ao menos poucos minutos nas próximas partidas. Porém, a definição se o meia entrará em campo não passa apenas pelo departamento médico e de fisioterapeutas.


Clique e Assine A Tribuna por apenas R$ 1,90 e ganhe acesso completo ao Portal e dezenas de descontos em lojas, restaurantes e serviços!


Carlos Sánchez rompeu o ligamento cruzado anterior do joelho esquerdo em outubro de 2020. O jogador foi submetido a cirurgia no dia 17 do mesmo mês, no Hospital Israelita Albert Einstein, em São Paulo.


Segundo apurado pela reportagem, o meia foi liberado pelo DM, realiza reforço muscular, está clinicamente muito bem e realizando mini-coletivos trabalhando junto ao grupo. Nestas condições, o jogador já pode começar a ganhar minutagem entrando aos poucos em algumas partidas. Porém, vale ressaltar que o atleta não pode jogar na partida contra o São Bento, pois Sánchez não está inscrito no Campeonato Paulista.


Além da recuperação do jogador, o Santos lida com a renovação de contrato do uruguaio. O jogador tem vínculo com o clube santista até 22 de julho de 2021 e deverá prorrogar seu contrato por questões legais, em decorrência do tempo parado devido a lesão. No entando, o clube já fez uma proposta de redução salarial e um contrato de produtividade, que envolve bônus por partidas jogadas e títulos conquistados. Até o momento, o jogador não parece se opor a estas condições, mas gostaria de uma ampliação de contrato maior do que a oferecida pelo Peixe, que é de um ano.


Sánchez já atuou em 104 partidas com a camisa do Santos, marcando 25 gols, um a menos do que Copete, o maior artilheiro estrangeiro do time, que também renegocia contrato com o Alvinegro.