Logo A Tribuna
ASSINE
Icone usuario ENTRAR
CLUBE IMPRESSO ACERVO ASSINANTE

Antes do Mundial, Palmeiras usa reservas e empata com o Botafogo pelo Brasileirão

Time alviverde jogou em ritmo de treino, perdeu gols e não conseguiu vencer o lanterna da competição

Por: Do Estadão Conteúdo  -  02/02/21  -  21:29
Atualizado em 02/02/21 - 21:36
O resultado pouco importa para a situação dos dois no Campeonato Brasileiro
O resultado pouco importa para a situação dos dois no Campeonato Brasileiro   Foto: Cesar Greco/Agência Palmeiras

Atual campeão da Copa Libertadores, o Palmeiras descansou titulares nesta terça-feira (2) e só empatou por 1 a 1 com o Botafogo, no Allianz Parque, pelo Campeonato Brasileiro. Horas antes de embarcar ao Catar para a disputa do Mundial de Clubes, o time alviverde jogou em ritmo de treino, perdeu gols e não conseguiu vencer o lanterna da competição. A equipe carioca pelo menos conseguiu encerrar a sequência de seis derrotas.


Clique e Assine A Tribuna por apenas R$ 1,90 e ganhe acesso completo ao Portal e dezenas de descontos em lojas, restaurantes e serviços!


O resultado pouco importa para a situação dos dois no Campeonato Brasileiro. O Palmeiras já tem vaga garantida na Copa Libertadores do ano que vem e só cumpre tabela na competição nacional. A caminho do rebaixamento, o Botafogo não ameniza o sofrimento, mas consegue ver o crescimento de alguns garotos. O time jovem utilizado nesta quinta-feira contou até com um atleta de somente 16 anos, Matheus Nascimento.


A despedida do Palmeiras foi em ritmo de treino. O técnico Abel Ferreira escalou somente um jogador que foi titular na final da Libertadores. Fora o goleiro Weverton, todos os demais estavam no banco de reservas no último sábado e descansados o suficiente para render bem diante do lanterna do Brasileiro. Confiante e animado, a equipe alviverde pouco se esforçou para encarar o Botafogo.


O time carioca afastou alguns jogadores dias atrás por atraso nos treinamentos e ainda perdeu o defensor Rafael Forster machucado antes dos dez minutos. Abatido, o Botafogo não conseguia criar. O Palmeiras chegava fácil pela direita com Mayke e Breno Lopes e encontrou o gol cedo. Aos 15 minutos, Scarpa bateu escanteio e o zagueiro Emerson Santos abriu o placar de cabeça.


A vantagem deixou o Botafogo ainda mais acuado. Weverton nem teve trabalho no primeiro tempo. O Palmeiras trocava passes com facilidade e tinha muita movimentação. O segundo gol só não saiu porque o time perdeu uma chance absurda. Em um contra-ataque, Willian conduziu a bola sozinho desde o campo de defesa e em vez de tocar de lado para Breno Lopes marcar, chutou a gol e o goleiro defendeu.


A acomodação custou caro no segundo tempo. O ritmo do jogo caiu e enquanto o Palmeiras parecia tranquilo e certo da vitória, o Botafogo reagiu. Lucas Lima perdeu uma bola no meio-campo e após o contra-ataque, Rafael Navarro chutou de fora da área aos 14 minutos para igualar. O empate fez o técnico Abel Ferreira colocar o titular Gabriel Menino em campo para fazer o time evoluir.


As alterações do Palmeiras mexeram pouco. O time pareceu misturar a euforia com a viagem ao Mundial com a acomodação de não ter mais ambições para jogar o Campeonato Brasileiro. O importante foi cumprir o compromisso sem desgastar titulares e poder agora focar na ida ao Catar para no domingo que vem voltar com força máxima. A equipe estreia na semifinal do Mundial contra o vencedor do confronto entre Ulsan e Tigres, no próximo domingo.


Ficha técnica:


Palmeiras - Weverton; Mayke, Emerson Santos (Kuscevic), Empereur (Gabriel Silva) e Renan; Felipe Melo (Gabriel Menino), Patrick de Paula e Lucas Lima (Esteves); Breno Lopes, Gustavo Scarpa e Willian. Técnico: Abel Ferreira.


Botafogo - Diego Cavalieri; Kevin, Sousa, Kanu e Rafael Forster (Hugo); Zé Welison, Romildo (Luiz Otávio) e Caio Alexandre; Cesinha (Kayque), Matheus Nascimento (Davi Araújo) e Rafael Navarro (Kalou). Técnico: Eduardo Barroca.


Gols - Emerson Santos, aos 15 minutos do primeiro tempo. Rafael Navarro, aos 14 minutos do segundo tempo.


Cartões amarelos - Breno Lopes, José Welison e Empereur.


Árbitro - Felipe Fernandes de Lima (MG).


Logo A Tribuna