Aos 39 anos, Nicholas Santos é bronze em Gwangju e bate próprio recorde

O atleta da Unisanta faturou a medalha pela terceira vez seguida na prova dos 50m borboleta e continua sendo o nadador mais velho a subir ao pódio em Mundiais

Por: De A Tribuna On-line  -  22/07/19  -  15:07
  Foto: Divulgação/Rede do Esporte

Nicholas Santos é medalha de bronze na prova de 50m nado borboleta pela terceira vez consecutiva no Campeonato Mundial de Natação. Com o feito conquistado pelo atleta da Unisanta nesta segunda-feira (22), em Gwangju, na Coreia do Sul, ele supera o próprio recorde e continua sendo o nadador mais velho a subir ao pódio em mundiais da modalidade.


Terceiro colocado, o brasileiro finalizou a prova em 23s78. Quem venceu foi o americano Caleb Dressel, que também bateu recorde, completando o percurso em 22s35. A prata ficou com o russo Oleg Kostin, com o tempo de 22s79. Nicholas chegou raspando ao pódio, já que sua distância de tempo para o quarto colocado, o americano Michael Andrew, foi de apenas um centésimo.


Apesar da conquista, Nicholas, que é o atleta com mais idade do Mundial de Gwangju, ainda não está garantido nos Jogos Olímpicos de 2020. Isso porque a prova dos 50m borboleta não consta no programa olímpico e só é disputada em campeonatos mundiais. O nadador da Unisanta, portanto, tentará uma vaga em Tóquio em outra prova: a dos 50m livre.


Logo A Tribuna