Por terceira vitória no ano, Charles do Bronx encara Jim Miller no UFC: "É o meu momento"

Lutador do Ultimate conversou com A Tribuna On-Line e se mostrou confiante para o combate deste sábado

Por: Caíque Stiva  -  14/12/18  -  09:26
Charles do Bronx fará sua terceira luta no ano neste sábado, nos EUA
Charles do Bronx fará sua terceira luta no ano neste sábado, nos EUA   Foto: Jeff Bottari/Getty Images

O guarujaense Charles do Bronx entra no octógono do UFC pela terceira vez no ano neste sábado (15), em Milwaukee, nos Estados Unidos. O lutador reencontra o norte-americano Jim Miller, responsável por impor sua primeira derrota no Ultimate, em 2010.


O confronto do brasileiro é o primeiro do card principal, que tem como evento da noite a luta entre Kevin Lee e Al Iaquinta. Ainda no card principal, o brasileiro Edson Barboza enfrenta o australiano Dan Hooker.


Um dia antes da pesagem oficial, que acontece nesta sexta-feira (14), Charles do Bronx conversou com A Tribuna On-Line e rechaçou o tom de revanche da luta. Para ele, a derrota para Jim Miller em 2010 é passado e o foco agora é manter a boa fase.


"Ele foi o primeiro cara que me venceu no Ultimate, mas isso não faz diferença. Só quero seguir embalado nesta sequência positiva e fechar o ano com chave de ouro. Sei que o Jim é um adversário duríssimo, mas agora é o meu momento. Estou treinado, focado e no peso para dar meu melhor", disse.


Neste ano, o atleta de Guarujá fez duas lutas pelo UFC. Em junho, ele enfrentou o norte-americano Clay Guida e venceu por finalização. Três meses depois, em setembro, Charles entrou para a história ao vencer Christos Giagos e bater o recorde de finalizações do Ultimate, ultrapassando o brasileiro Royce Grace (11 a 10). Em ambas as lutas, ele ganhou o prêmio de performance da noite.


Charles do Bronx bateu o recorde de finalizações do UFC
Charles do Bronx bateu o recorde de finalizações do UFC

Para o confronto deste sábado, Charles explica que usou as lutas anteriores como preparação e conta que, mesmo com a especialidade em finalizações, tem treinado outras técnicas para vencer.


"Minha preparação vem desde minhas últimas lutas. Não parei de treinar em nenhum momento. Não luto com a intenção de finalizar, luto com a intenção de vencer. Se Deus abençoar e eu fizer mais uma finalização, vai ser minha 12ª e cada vez mais vou me concretizar como o maior finalizador da história. Mas acredito na minha mão também, que está ficando cada vez mais pesada", afirmou.


Mudança de categoria


Originalmente lutando pelos penas, Charles do Bronx subiu de categoria e passou a lutar pelos leves. No entanto, o atleta já deixou claro que prefere sua antiga categoria.


"Eu quero voltar para os pesos-penas, mas enquanto o UFC não deixar, pode vir quem quiser que eu vou estar pronto. Não me preparei para lutar contra o Jim Miller, me preparei para enfrentar qualquer um que o UFC colocasse no meu caminho", falou.


Contudo, mesmo com seu desejo, o lutador conta que tem se adaptado e não deve trocar de categoria.


"Eu estava com muita vontade de voltar aos penas, porque nos leves os adversários têm mais força que eu. Mas conversei com meus treinadores e empresários e pode ser que eu fique nos leves em definitivo mesmo", concluiu.


Logo A Tribuna