Basquete feminino de Praia Grande integra mapa nacional da modalidade

Um dos principais objetivos do projeto é incentivar a troca de experiências entre equipes

A equipe feminina de basquete de Praia Grande passa a fazer parte do mapa nacional da modalidade. O levantamento, realizado pelo projeto 'Basquete pra Vida', tem como principal objetivo difundir e incentivar a prática e troca de experiências com relação ao basquete.

Clique e Assine A Tribuna por apenas R$ 1,90 e ganhe acesso completo ao Portal e dezenas de descontos em lojas, restaurantes e serviços!

Para que os times sejam inseridos, os responsáveis pelo projeto mapeiam as equipes femininas que existem em todo o Brasil. Os times são separados conforme o seu estado de origem. A partir desta etapa, as atletas contam com informações precisas e atualizadas que serão fundamentais na busca por novas equipes. Por exemplo, uma jogadora que se mudou para outra cidade ou estado passa a ter totais condições de encontrar uma nova oportunidade na carreira pesquisando nesse banco de dados, que podem ser acessados através do site.

Com a troca de informações e experiências, também já está sendo possível discutir a organização de novos torneios, amistosos e eventos ligados ao basquete feminino. Até o momento, mais de 130 equipes já estão cadastradas. “Esse mapeamento destaca equipes profissionais e de base. O retorno está sendo positivo. Atletas já estão entrando em contato em busca de informações sobre seletivas. Quando a pandemia da covid-19 acabar devemos ter novidades na modalidade por conta deste mapa”, explicou a técnica do basquete feminino de Praia Grande, Alessandra Hourneax.

Por conta da pandemia, os técnicos das equipes de basquete feminino e masculino de Praia Grande têm produzido vídeo aulas para a prática da atividade física. As gravações são destinadas aos atletas dos times de competição da Cidade, mas podem ser utilizadas por qualquer interessado pelo link (clique aqui).

Tudo sobre: