Bolsonaro venceu Lula em 80 dos 117 locais de votação de Santos no 1º turno

A Tribuna compilou dados do pleito do último dia 2 em todos os pontos de votação da Cidade

Por: Sandro Thadeu  -  25/10/22  -  10:25
A Tribuna mapeou a votação dos dois candidatos a presidente em Santos
A Tribuna mapeou a votação dos dois candidatos a presidente em Santos   Foto: Divulgação

O presidente e candidato à reeleição, Jair Bolsonaro (PL), recebeu o maior número de sufrágios no primeiro turno da eleição deste ano em 80 dos 117 locais de votação de Santos (68,37%). Luiz Inácio Lula da Silva (PT) foi o vencedor em 37 (31,62%).


Clique, assine A Tribuna por apenas R$ 1,90 e ganhe centenas de benefícios!


O levantamento se baseia em dados pelo Tribunal Superior Eleitoral (TSE), que foram compilados por A Tribuna.


O atual chefe do Executivo conquistou 126.156 votos na Cidade (48,16% dos sufrágios válidos, tirando-se os brancos e nulos), e o petista, 99.198 (37,87%).


Os locais onde Bolsonaro obteve a maior vantagem, em termos proporcionais, ficam na Ponta da Praia. A mais alta foi verificada na Unidade Municipal de Educação (UME) Porchat de Assis, de 31,47 pontos percentuais (p.p., ou 57,66% a 26,19%).


Na sequência, apareceram Colégio do Carmo (31,35 p.p., com 57,95% a 26,6%) e UME Professora Maria Carmelita Proost Villaça (28,34 p.p., com 56,88% a 28,54%). Foi no Carmo onde Bolsonaro abriu a maior diferença de votos para o petista (1.972).


Os melhores desempenhos de Lula ocorreram na UME Professor Mário de Almeida Alcântara, no Valongo (24,7 p.p., com 57,66% a 32,96%), na UME Professor Pedro Crescenti, no Rádio Clube (24,17 p.p., com 57,3% a 33,13%) e UME José Carlos de Azevedo Júnior, no São Manoel (21,47 p.p., com 55,72% a 34,25%).


A Pedro Crescenti foi o local de votação onde o petista conseguiu abrir a maior vantagem para Bolsonaro em números absolutos (505 votos).


Zonas eleitorais

A Zona Eleitoral (ZE) 273 é a maior da Cidade e tem 123.366 pessoas aptas a votar. Elas estão distribuídas em 35 pontos dos bairros Boqueirão, Campo Grande, Encruzilhada (no caso, o Educandário Anália Franco), Gonzaga, José Menino, Marapé, Morro José Menino, Pompeia e Vila Belmiro. Nessa área do Município, ele obteve 16.406 a mais do que o petista.


Bolsonaro foi o vencedor em 34 deles, com exceção da UME Padre Lúcio Floro, no Morro José Menino.


A ZE 118, com 117.066 eleitores, abrange 52 locais de votação espalhados pelos bairros de Zona Noroeste, Morros, Área Continental, Região Central, Encruzilhada e Jabaquara. Lula conquistou 3.304 sufrágios a mais do que o candidato à reeleição. O petista ganhou em 35 pontos e o adversário, em 17.


A ZE 272 possui 112.220 cidadãos autorizados a ir às urnas em 30 escolas instaladas nos bairros Aparecida, Embaré, Estuário, Macuco e Ponta da Praia. Somente em uma Bolsonaro foi derrotado (na UME Auxiliadora da Instrução, no Macuco).


Outros candidatos

Terceira colocada em Santos na disputa pelo Palácio do Planalto, a senadora por Mato Grosso do Sul Simone Tebet (MDB) obteve o melhor desempenho, em termos proporcionais, na Cidade na UME Antônio Demóstenes de Souza Brito, no Boqueirão (10,76% dos votos válidos). Ciro Gomes (PDT), que ficou em quarto, saiu-se melhor no Colégio Tradição, na Aparecida (6,96%).


Ambos apoiam Lula neste segundo turno e conquistaram 32.066 votos dos santistas, dos quais 20.123 para a parlamentar e 11.943 ao ex-ministro da Fazenda e da Integração Nacional.


Os concorrentes Felipe D’Avila (Novo), Soraya Thronicke (União), Léo Péricles (UP), Sofia Manzano (PCB), Padre Kelmon (PTB), Vera Lúcia (PSTU) e Constituinte Eymael (DC) obtiveram, juntos, 4.554 sufrágios na Cidade.


Abstenção supera 30% em uma escola

O índice de abstenção no primeiro turno das eleições deste ano, em Santos, foi de 22,46% — 79.218 dos 352.652 cidadãos aptos faltaram às urnas no último dia 2.


O maior número de ausências, em termos proporcionais, foi verificado na Unidade Municipal de Educação (UME) Colégio Santista, no Bairro Vila Nova (31,23%). Dos 1.713 votantes nessa escola, 535 não apareceram.


Na sequência, surgem os seguintes pontos de votação: Escola Estadual (EE) Barnabé, no Centro (29,18%); Universidade São Judas Tadeu - Campus Unimonte, na Vila Mathias (28,47%); UME Monte Cabrão, na Área Continental (27,99%); e UME Professora Maria Carmelita Proost Vilaça, na Ponta da Praia.


Os menores índices de abstenção foram registrados nos seguintes pontos: UME Padre Francisco Leite, no Marapé (6,62%); Colégio Onis, na Ponta da Praia (9,86%); Vila Feliz Berçário e Educação Infantil, no Gonzaga (12,9%); UME Samuel Augusto Leão de Moura, na Areia Branca (13,11%); e Colégio Universitas - Unidade 2, na Ponta da Praia (14,93%).


O índice proporcional de faltas por zona eleitoral é muito próximo. Em primeiro, ficou a 272 (22,51%), que abrange os locais de votação de Aparecida, Embaré, Estuário, Macuco e Ponta da Praia.


Na sequência, apareceu a 273, que contempla os eleitores de Boqueirão, Campo Grande, Gonzaga, José Menino, Marapé, Morro José Menino, Pompeia e Vila Belmiro.


O menor índice de abstenções foi na 118 (22,41%), que contempla Zona Noroeste, Morros, Área Continental, Região Central, Encruzilhada e Jabaquara.


Logo A Tribuna
Newsletter