MPE recebe representação contra Kenny Mendes após deputado 'pedir favor' em vídeo

O parlamentar afirmou que tem recursos reservados na ordem de R$ 5 milhões para a saúde de Itanhaém e disse que 'precisa de favor da população'

Um vídeo gravado pelo deputado estadual Kenny Mendes (PP) em prol da candidata à Prefeitura de Itanhaém pelo Pode, Cris Forssell, causou polêmica quando Kenny pediu votos afirmando que teria recursos de R$ 5 milhões para a cidade. Ele foi acusado de 'chantagem', e foi alvo de uma 'representação' formalizada ao Ministério Público Estadual (MPE) nesta quinta-feira (22). 

Clique aqui e assine A Tribuna por apenas R$ 1,90. Ganhe, na hora, acesso completo ao nosso Portal, dois meses de Globoplay grátis e, também, dezenas de descontos em lojas, restaurantes e serviços!

No vídeo, o parlamentar mencionou que tem recursos reservados na ordem de R$ 5 milhões para a saúde do Município e emendou com a seguinte frase: “mas eu preciso de um favor da população de Itanhaém. Preciso que no dia 15 de novembro vocês votem 19, Cris Forssell para prefeita, até porque eu preciso de uma pessoa em quem eu possa confiar aqui na Prefeitura para destinar esses recursos, que eu sei que eles serão muito bem utilizados para a população”.

O vídeo foi divulgado nas páginas das redes sociais da concorrente a chefe do Executivo, mas já foi apagado, conforme verificado pela Reportagem. O ex-vereador e secretário municipal de Relações do Trabalho, César Augusto de Souza Ferreira, o Cesinha, ficou revoltado com a manifestação de Kenny e classificou como “covarde” a atitude tomada pelo deputado estadual.

Ex-presidente do PP de Itanhaém, Cesinha, entende que o parlamentar precisa se retratar com a população da Cidade, “pois a declaração nos leva até a interpretar uma certa chantagem eleitoral em relação a recurso para a saúde pública”.

Avançou o sinal

O deputado estadual Kenny Mendes (Progressistas) conta que gravou vídeos de apoio a diversos candidatos de partidos aliados na Baixada Santista, sendo Cris Forssell uma delas. Ele esclarece que, na peça mencionada, informou ter indicado uma emenda parlamentar de R$ 5 milhões para Itanhaém. 

De acordo com a assessoria de imprensa de Kenny, em nenhum momento condicionou a liberação dos recursos ao voto na candidata, porque o valor já está empenhado no Orçamento do Estado de 2021 e, assim, será disponibilizado ao município independentemente de quem vença a eleição.

O progressista salienta, ainda, que não há qualquer ação do Ministério Público referente ao caso em andamento.

Mongaguá

O deputado também gravou um vídeo em apoio ao candidato à reeleição do chefe do Executivo de Mongaguá, Márcio Melo Gomes, o Márcio Cabeça (Republicanos). Em uma gravação ao lado do gestor municipal, o integrante do PP revela que já reservou R$ 5 milhões de suas emendas parlamentares para serem enviados à saúde de Mongaguá e, na sequência, ele disse a seguinte frase: “mas eu preciso de uma coisa. Eu preciso do prefeito Márcio reeleito, né!”.

Filho do deputado, Kenny Pires Mendes Júnior é servidor comissionado na Prefeitura de Mongaguá. A informação foi confirmada pela Administração Municipal. Ele trabalha lá desde agosto de 2019 e tem um salário bruto de R$ 2.342,83.

Tudo sobre: