Logo A Tribuna
ASSINE
Icone usuario ENTRAR
CLUBE IMPRESSO ACERVO ASSINANTE

Bebê cai do colo da irmã, sofre traumatismo craniano e vence cirurgias neurológicas em Santos

Família pede ajuda com doações de leite, fralda, produtos de higiene e faz vaquinha online para o tratamento de Ruda

Por: Ágata Luz  -  02/02/21  -  10:25
Com quadro estável, Ruda está internado na UTI da Santa Casa de Santos
Com quadro estável, Ruda está internado na UTI da Santa Casa de Santos   Foto: Arquivo Pessoal

Com apenas 9 meses, Ruda Rodrigues de Andrade já mostrou sua força para a família. Após cair do colo de sua irmã de 4 anos, o bebê sofreu traumatismo craniano e hemorragia, por isso, teve que passar por duas cirurgias neurológicas. Porém, alguns dias após o acidente, ele está estável e deve deixar a Unidade de Terapia Intensiva (UTI) da Santa Casa de Santos, onde está internado.


A família é de São Vicente e levou um susto com o acidente do caçula - que aconteceu no último dia 27. Autônomos, os pais acompanham o tratamento de Ruda e contam com ajuda popular por meio de doações de leite, fralda e produtos de higiene. Além disso, arrecadam dinheiro em umavaquinha online.


Clique e Assine A Tribuna por apenas R$ 1,90 e ganhe acesso completo ao Portal e dezenas de descontos em lojas, restaurantes e serviços!


O pai Denis de Andrade Cruz e a mãe Maryanna Rodrigues Krachinski trabalham em um delivery no quintal de casa. Por isso, eles fecham a porta da residência para evitar contato das crianças com a fritura e outros riscos que uma cozinha pode trazer.


De acordo com o pai, na noite do ocorrido, Ruda estava indo para o quintal pela porta de trás da casa e, para evitar que o irmão saísse, a filha de 4 anos pegou o bebê no colo. Porém, nervoso, Ruda se jogou para trás e caiu no chão. "Ele é grande e dá metade dela. O peso e tamanho causaram uma inclinação que o fez cair de cabeça", relata.


Preocupados, os pais levaram o pequeno para o Hospital Municipal de São Vicente. Lá, ele passou por exames que constataram um hematoma que estava lhe causando hemorragia. Desta forma, Ruda precisava de cirurgia que não é feita na unidade de saúde de São Vicente. Por isso, a família precisou aguardar transferência para outro hospital.


O bebê foi transferido para a Santa Casa de Santos. No local, ele foi para a Unidade de Terapia Intensiva (UTI) e realizou uma cirurgia, porém, após novos exames foi constatado outro hematoma e Ruan foi para sua segunda operação. "Após 13 horas da cirurgia, ele acordou e saiu da intubação. Então os médicos deram o OK, pois ele está respondendo bem", explica Denis sobre o filho que chegou a ficar sedado.


Ainda segundo o pai, o bebê já deve deixar a UTI e não deve permanecer muito tempo internado. "A gente está maravilhado com tudo isso. No começo estávamos preocupados, porque além do problema de saúde, não sabíamos de onde tiraríamos dinheiro, mas Deus está providenciando tudo", conclui o pai. Ele agradeceu todas as doações de dinheiro, fralda, leite, e produtos de higiene de pessoas que ficaram comovidas pela história de Ruda. "Muita gente está com ele".


Chegada do Ruda na família


Ao saber da gravidez de Maryanna, o pai afirma que sentiu que o bebê tinha que ter um nome indígena. "O nome dele significa deus do amor", relata Denis, que é espírita e explica que na lenda tupi-guarani, Ruda é uma criação do Sol para enviar mensagens de amor para a Lua. "O Ruda ganhou muita gente, ele mexeu com muitas pessoas pelo amor".


"Tem vídeos de pessoas orando por ele. Sou só um pai maravilhado com tudo isso, porque quem está passando pela maior luta é o Ruda, ele veio para deixar essa mensagem do amor", finaliza Denis.


Logo A Tribuna