EDIÇÃO DIGITAL

Quarta-feira

21 de Agosto de 2019

Surfistas querem mudar situação do Emissário Submarino, em Santos

Esportistas lamentam falta de manutenção no ponto turístico do José Menino

Menos de uma semana após a Câmara de Santos citar os problemas estruturais no Parque Roberto Mário Santini, o Emissário Submarino, no José Menino, foi a vez dos surfistas irem à casa do povo para se posicionarem sobre o caso. Eles se colocaram à disposição para mudar o cenário de abandono do equipamento de 42.766 metros quadrados, um dos cartões-postais mais visitados da cidade.

O presidente da Associação Santos de Surf, Reginaldo Ferreira Lima Filho, o Naldo, usou a tribuna e comentou que aquela região está maltratada e precisando de atenção. “O parque é o marco maior do turismo, não só para o surfe, como para o skate e o lazer. É um lugar onde nos sentimos confortáveis, nos dá paz”.

Naldo disse que esteve com o prefeito Paulo Alexandre Barbosa (PSDB) e o secretário de Esportes, Gelasio Ayres Fernandes Júnior, na última segunda-feira (20), quando ouviu do chefe do Executivo que a Secretaria Municipal de Esportes (Semes) ficará responsável pela gestão do parque.

“Nessa semana, teremos uma reunião com o Gelasio, onde ele nos apresentará algumas ideias e nós vamos apresentar as nossas. Acho que isso é saudável”. A administração municipal confirmou o encontro.

O presidente da associação disse entender as dificuldades do poder público em investir recursos e que está sendo bem atendido pela prefeitura. A indicação da Semes como gestora, segundo ele, é prova disso.

“Sabemos das limitações, mas a falta de definição [antes] de quem respondia pelo parque nos impede, por exemplo, de apresentar uma proposta de parceria publico-privada [para atrair investidores]”.

Além de se posicionar sobre essas questões, Naldo apontou que os vereadores poderiam destinar emendas ao Parque Roberto Mário Santini. Este ano, por exemplo, cada vereador teve R$ 745 mil em emendas.

O presidente da Câmara, Rui de Rosis (MDB), foi quem levantou o debate na sessão da última quarta-feira. Ele informou ter uma reunião marcada com o prefeito para esta semana e garantiu que vai correr atrás das emendas.

“Vou buscar uma solução. Vou falar com os vereadores para que possamos trazer emendas para o parque. Queremos que ele volte a ser a menina dos olhos dos santistas”.

Intervenções

A Secretaria de infraestrutura e Edificações informou, em nota, que a construção do museu e reforma da torre do surfe (jurados) estão em andamento. A torre está prevista para julho e o museu em janeiro de 2020. A Secretaria de Serviços Públicos diz que há uma emenda parlamentar federal, intermediada pela vereadora Audrey Kleys (Prog), para reforma dos parquinhos (do Parque Roberto Mário Santini e da Praça Bezerra de Menezes), no segundo semestre. Em relação à segurança, a Guarda Civil Municipal afirma que fiscaliza, durante 24 horas, toda a extensão da orla. A população também pode auxiliar, ligando para o disque-denúncia: 153 e 0800-177766.