Santos faz pesquisa e consulta pais de alunos sobre possível retorno das aulas presenciais

Questionário a ser preenchido no site do município ajudará a traçar próximos passos sobre o tema

A Prefeitura de Santos colocou em seu portal um questionário on-line para que pais e alunos das escolas públicas da cidade opinem sobre um possível retorno das aulas presenciais, em razão da pandemia do novo coronavírus. A pesquisa ficará disponível até a próxima segunda-feira (10).

>>> Clique e confira o questionário

Durante a sua live semanal, realizada no domingo (2), por meio das redes sociais, o prefeito Paulo Alexandre Barbosa (PSDB) afirmou que ainda não há nenhuma previsão para que os alunos retornem aos seus colégios municipais. O questionário, segundo o prefeito, será importante para que a administração defina os próximos passos das aulas. 

“Vamos tomar essa decisão com muito diálogo, ouvindo os pais e as mães, que no dia a dia são impactados por essa definição. Temos uma pesquisa sendo feita pela Secretaria da Educação. Não tem data definida para o retorno às aulas. Depois que analisarmos o resultado dessa pesquisa vamos poder tomar essa decisão. O questionário vai ser muito importante para ouvirmos todos. O resultado será uma referência para tomarmos as medidas necessárias em relação ao retorno presencial”, disse Paulo Alexandre.

O questionário é curto e conta com apenas seis perguntas e pode ser respondido pelos pais e responsáveis.

Ano Novo

Paulo Alexandre também falou que ainda não tem uma definição sobre a realização da queima de fogos na praia e do Carnaval no ano que vem.

“Ainda não decidimos. Se fosse para a decisão ser tomada hoje, seria não. Mas temos que aguardar as próximas etapas, o que vai se desenvolver. Sem proteção (vacina), não teremos como fazer, mas vamos aguardar”, falou o prefeito.

Fase amarela

Na próxima sexta-feira (7), o governo do Estado fará a reclassificação das regiões do Plano São Paulo. A Baixada Santista está na fase amarela e Paulo Alexandre espera que assim permaneça, pois não tem expectativa de ir à verde. 

“Essa semana é fundamental para que a gente possa se manter na amarela. A gente não tem a expectativa de, nesta semana, irmos para a verde. Ainda não temos os indicadores necessários. Vamos poder gradualmente chegar na verde e na azul, quando for o momento”. 

Tudo sobre: