Polícias se reúnem em Santos e traçam estratégias de segurança para a Baixada Santista

Dados da Secretaria de Segurança Pública apontam queda em homicídios e roubos em setembro

Por: Daniel Gois  -  31/10/22  -  17:43
Reunião aconteceu na sede do CPI-6, na Aparecida, em Santos
Reunião aconteceu na sede do CPI-6, na Aparecida, em Santos   Foto: Marcela Pierotti/TV Tribuna

As polícias Militar e Civil se reuniram em Santos na manhã desta segunda-feira (31) para discutir ações de segurança para a Baixada Santista e o Vale do Ribeira, bem como as estatísticas criminais divulgadas no mês de setembro. O encontro ocorreu na sede do Comando de Policiamento do Interior Seis (CPI-6), na Aparecida.


Clique, assine A Tribuna por apenas R$ 1,90 e ganhe centenas de benefícios!


Dados divulgados pela Secretaria de Segurança Pública de São Paulo (SSP-SP) apontam que as regiões tiveram queda nos índices de homicídio e roubo no mês de setembro.


Foram registrados nove homicídios dolosos (quando há intenção ou se assume o risco de matar) na região do Departamento de Polícia Judiciária do Interior Seis (Deinter-6) no mês de setembro. Em 2021, houve 22 ocorrências.


Já em 2019, último ano antes da pandemia de covid-19, houve dez boletins de ocorrência desse tipo de crime. Em relação aos roubos, a secretaria teve 946 comunicações, contra 965 de 2021 e 1128 no ano de 2019.


O comandante da PM na região, coronel Gilson Hélio Jesus dos Santos, destaca que o número de homicídios é o menor desde 2001 na série histórica.


“Ficamos com nove registros de homicídios. Esse é o menor número desde a série histórica de 2001. O ideal era que realmente não tivéssemos nenhum registro, isso é importante frisar. Mas no ano passado tivemos 22 registros só no mês de setembro. Os roubos em geral tiveram importante redução, dada a efetividade das ações das polícias durante todo esse período”, disse o coronel Hélio para A Tribuna.


Tráfico de drogas

O coronel ressaltou ainda que, no mês de setembro, as ações conjuntas das polícias resultaram na apreensão de 369 kg de drogas na Baixada Santista e Vale do Ribeira. O combate cada vez maior ao tráfico de entorpecentes é um dos focos da corporação.


"Vamos continuar combatendo muito fortemente a questão do tráfico de entorpecentes. É importante ressaltar que foram 369 kgs de entorpecentes apreendidos pelas polícias só no mês de setembro. É um esforço policial muito grande em benefício a proteção das pessoas e ao combate à criminalidade", reforçou


Furtos

Por outro lado, os boletins de ocorrência de furto atingiram 2.803 registros em setembro deste ano. O número é maior do que em 2021 (2.597) e também superior a 2019 (2.196).


Vale mencionar que a pena prevista para esse tipo de crime é inferior ao de roubo. O Código Penal prevê prisão de 1 a 4 anos e multa para quem cometer furto. Já o crime de roubo tem pena que varia de 4 a 10 anos de prisão é multa.


Logo A Tribuna
Newsletter