EDIÇÃO DIGITAL

Terça-feira

21 de Maio de 2019

Obras do Ambesp Central de Santos devem ser concluídas em outubro

Equipamento ampliará em 40% número de atendimentos diários

A construção da nova unidade do Ambulatório de Especialidades (Ambesp) da região Central de Santos tem previsão para ser concluída no mês de outubro. A unidade deve operar no começo de 2020, após a instalação dos equipamentos. A entrega do ambulatório ampliará o número de atendimentos de 600 para 1.000 pacientes ao dia.

Com 4 mil m², o novo prédio possui três vezes o tamanho da unidade atual, que fica na Avenida Conselheiro Nébias. O complexo está sendo construído na Rua Manoel Tourinho, na esquina com a Rua José Francisco Valença, no bairro Macuco, por meio de parceria entre a Prefeitura de Santos e a Fundação Lusíada, dona do terreno e que faz a obra sem custos para o município.

O prédio receberá novo mobiliário e equipamentos. O imóvel será cedido em comodato por 30 anos e servirá como campo de estágio para alunos do Centro Universitário Lusíada matriculados em cursos técnicos, de graduação e pós-graduação, além de estudantes em residência médica.

O novo Ambesp terá quatro pavimentos (subsolo, térreo, 1º e 2º andares). Além disso, contará com centro cirúrgico, farmácia, sala de raios-X, sala de gesso, 33 consultórios (11 a mais que a atual unidade), salas para exames (testes ergométrico, ultrassonografia, eletroencefalograma, eletrocardiograma) e curativos (inclusive a laser), auditório para capacitações e treinamentos.

Atualmente, os profissionais estão atuando com a colocação dos revestimentos internos e externos, divisórias das salas e montagem dos elevadores. Cada consultório terá cerca de 15m², o dobro do mínimo recomendado pela Agência Nacional de Vigilância de Saúde.